Menu Principal

Março, o mês das mulheres na direção

2

Março, o mês das mulheres na direção 
Mas só para quem mora em Sampa.
“Durante o mês de março, a Cinemateca Brasileira dedica sua programação a um amplo panorama do cinema realizado por mulheres, exibindo obras de cineastas das mais diversas gerações e nacionalidades. A mostra é oportuna não apenas por conta da proximidade da efeméride, mas também porque as cineastas estão em evidência devido à indicação de Kathryn Bigelow ao Oscar, que se tornou a quarta mulher a ser indicada na categoria e a primeira com reais chances de conquistar o prêmio (dia 7 de março). Antes dela, concorreram ao prêmio Sofia Coppola, Jane Campion e Lina Wertmüller.
Também é uma relativa novidade a presença de filmes dirigidos por mulheres na lista de maiores bilheterias do ano, embora diretoras como Penny Marshall, Nora Ephron, Amy Heckerling e Penelope Spheeris tenham sido responsáveis por grandes sucessos nos anos 80 e 90, foi apenas em 2008 que um filme dirigido por uma mulher alcançou o status de blockbuster mundial, com o primeiro capítulo da série Crepúsculo, dirigido por Catherine Hardwicke.
Até meados dos anos 70, a presença de mulheres na direção de longas-metragens era uma raridade. Foi apenas no final dos anos 80, com a emergência de diretoras que conseguiram aliar prestígio e sucesso comercial, particularmente nos Estados Unidos, na Alemanha, Itália e França, que a situação começou a mudar e as mulheres atrás das câmeras deixaram de ser vistas apenas como uma excentricidade. A trajetória das diretoras de cinema, no entanto, é bem mais antiga e bastante rica. Remonta ao início do cinema, mais precisamente ao ano de 1896, quando a francesa Alice Guy-Blaché se tornou não apenas a primeira mulher a dirigir um filme como também a responsável por uma das primeiras obras de ficção do cinema, o curta-metragem La fée aux choux. Durante as décadas seguintes, poucas diretoras conseguiram penetrar o rígido esquema de produção dos grandes estúdios e apenas poucas cineastas norteamericanas, como Ida Lupino e Dorothy Arzner, mantiveram-se em atividade.
Mulheres na Direção pretende fazer um retrospecto geral dessa rica trajetória. A seleção de filmes, evidentemente, não esgota o assunto a não dá conta de abarcar todas as diretoras relevantes da história do cinema, mas apresenta filmes e artistas marcantes de todas as épocas, estilos e países, oferecendo uma boa amostra do papel das mulheres no desenvolvimento da linguagem e da técnica cinematográficas”.
Onde: Cinemateca Brasileira: Largo Senador Raul Cardoso, 207, São Paulo – SP
Quando: de 02 a 07 de março".
Quanto: R$ 8, R$ 4 (meia)
Informações: (11) 3512-6111- ramal 215
Fonte: Revista Caros Amigos

2 comentários:

Beth adorei seu blgo, e obrigado pelo comentário no meu blog.

Bem que podia ter um evento destes no RJ !!!

Saudações.

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar