Menu Principal

Colirindo a Esplanada dos Ministérios

1
No próximo dia 19 de maio, a Esplanada dos Ministérios, em Brasília, vai estar completamente colorida.
É que será palco da I Marcha Nacional Contra a Homofobia.
A pauta que será entregue pelos organizadores aos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, está centrada nos seguintes eixos:
-Garantia do Estado Laico
-Combate ao Fundamentalismo Religioso
-Cumprimento do Plano Nacional - PLGBT - ações de educação, saúde, segurança e direitos humanos, além de orçamentos e metas definidas para as ações.
-Aprovação imediata dos PLC 122/06 (Combate a Homofobia).
-Decisão Favorável a Administração Pública Federal sobre a regulamentação da União Estável.
Diagnóstico da realidade
Segundo as entidades que representam estes seguimentos da sociedade no Brasil, todos os dias, 20 milhões de brasileiras e brasileiros assumidamente lésbicas, gays, bissexuais, travestis ou transexuais – LGBT tem violados os seus direitos humanos, civis, econômicos, sociais e políticos.
Os “religiosos” fundamentalistas, utilizam-se dos meios de comunicação e de instituições  (Câmaras Municipais, Assembléias Lesgislativas, Camara Federal e Senado) para pregar o ódio aos cidadãos e cidadãs LGBT e impedir que o artigo 5 da Constituição federal - "todos são iguais perante a lei” , seja estendido aos milhões de LGBT do Brasil.
Não satisfeitos, sem nenhum respeito ao Estado Laico, pregam em espaços públicos, institucionais ou não, e incitam o ódio contra cidadãos e cidadãs.
Como resultado destas práticas...
-O assassinato de um LGBT a cada dois no Brasil, por conta de sua orientação
-O Congresso Nacional não aprova nenhuma lei que garanta a igualdade de direitos entre cidadãos heterossexuais e homossexuais no Brasil.
-O STF não julga favorável as Ações de Descumprimento de Preceitos Constitucionais que favoreçam a igualdade de direitos no Brasil.
-Centenas de adolescentes e jovens LGBT são expulsos diariamente de suas casas.
-Milhares de LGBT são demitidos ou perseguidos no trabalho por discriminação sexual.
Travestis, transexuais, gays e lésbicas abandonam as escolas por falta de uma política de respeito a diversidade sexual nas Escolas Brasileiras.
-O orçamento da União, Estados e Municípios, em nada ou pouco contemplam de recursos para ações e políticas públicas LGBT.
-O Ministério da Saúde, Secretarias Estaduais e Municipais não conseguem pactuar e colocar em pratica a Política Integral da Saúde LGBT.
-As Secretarias de Justiça, Segurança Pública, Direitos Humanos e Guardas-Municipais não possuem uma política permanente de respeito ao público vulnerável LGBT, agredindo,
não apurando os crimes de homicidios e latrocinios contra LGBT.
Os organizadores da marcha estimam a participação de aproximadamente 10 mil pessoas na Esplanada,
Uma coisa é certa: Em meio a frieza que é peculiar por aqui, a Esplanada certamente estará bem colorida.
Espero...
E eu estarei ajudando a colorir.

1 Comentário:

Oi,
Beth,
beleza de post e eu em sintonia também ajudarei a colorir este dia.
Beijão no seu coração e fica com Deus

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar