Menu Principal

Nós humanos somos estúpidos.

3
A frase é do Nobel, Rolf Zinkernagel, em entrevista exclusiva ao Portal da Universidade Federal de Brasília - UnB.
"O médico suíço veio à universidade na quarta-feira para contar como desvendou os segredos do sistema imunológico
Rolf Zinkernagel, 66 anos, desembarcou em Brasília na tarde de terça-feira. Antes, passou dois dias na Amazônia, onde dormiu na Floresta, num hotel flutuante.  "
"É deslumbrante a associação do verde com água na Amazônia”, resumiu o homem que ganhou o Nobel de Medicina com uma descoberta realizada aos 31 anos de idade. Ele compreendeu os mistérios das defesas imunológica. Graças a esse suíço, a ciência sabe hoje quais os fatores que levam as células do sistema imunológico a reconhecer um agente agressor".

Lei a entrevista de exclusiva de Rolf ao Portal da UnB:
UnB Agência – Quais os grandes desafios da imunologia?
Rolf Zinkernagel – Como lidar coma complexidade e não superestimar nossa inteligência. Múltiplos fatores estão envolvidos na resposta imunológica. Se analisarmos, um primeiro fator, e depois um segundo, e depois um terceiro, estaremos entrando nessa complexidade. Em muitos fenômenos imunológicos, cem fatores estão envolvidos. Porque geralmente as pessoas interpretam as pesquisas além da inteligência que elas possuem.
UnB Agência – Qual a opinião do senhor sobre patentear descobertas. Elas ajudam ou dificultam a produção de novas pesquisas?
Rolf Zinkernagel - Creio que há dois pontos de vista. Não acho que seja uma coisa boa que se patenteie sequências de DNA ou cadeias. Penso que, como tudo na vida, é uma questão de equilíbrio. Certas coisas temos que evitar. Outras podem ser sujeitas a decisões sensatas e não simplesmente entre preto e branco.
UnB Agência – No Brasil, nós usamos campanhas massivas de imunização em crianças com grande sucesso na erradicação de doenças como pólio. Entretanto, algumas pessoas nos Estados Unidos começam a questionar a obrigatoriedade de algumas vacinas. Isso é bom? 
Rolf Zinkernagel – Isso é estúpido. Não temos infecções suficientes porque vivemos numa espécie de redoma de limpeza. Mas o maior problema é porque nós humanos somos estúpidos. Por que eu digo isso? Não há dúvida que as vacinas foram o procedimento médico mais bem sucedido em melhorar a sobrevivência, e todas as pessoas que disserem o contrário são estúpidas. E por que as pessoas são tão estúpidas para dizer que as vacinações não são mais necessárias? Simplesmente porque elas não se lembram o que significava ter essas infecções. Elas dizem “não há mais infecções, então não precisamos mais de vacinações”. Tome a Suíça, por exemplo – e há muitas pessoas estúpidas lá também que dizem que não é mais necessário vacinar contra sarampo ou pólio. E o que aconteceu nos últimos três a cinco anos? Houve muito mais casos de infecções por sarampo selvagem, porque a cobertura de vacinação caiu abaixo dos 83% e houve uma reemergência de sarampo.
UnB Agência – E por que as pessoas não compreendem esses números?
Rolf Zinkernagel – As pessoas simplesmente não querem ver isso porque elas têm essa nova religião de ser naturais, ser verdes, ser vermelhas, o que seja. E eu acho que temos que continuar a ensinar o público em geral que é muito importante continuar a vacinação, porque é a maneira mais eficiente de controlar essas doenças. Muitas doenças, como HIV-Aids, hepatite C, malária, tuberculose, ainda não contam com vacinas. Então as pessoas dizem “vocês são burros, não conseguem nem mesmo fazer vacinas contra essas infecções”. E é verdade. As doenças mais fáceis foram resolvidas.
UnB Agência – Por que temos vacinas para algumas doenças e não para outras?
Rolf Zinkernagel - A evolução criou duas categorias de doenças infecciosas; aquelas que matam entre 7 e 10 dias, e aquelas que matam em 20 anos. Para as que matam entre 7 e 10 dias, temos excelentes vacinas. Para as que matam em 20 anos, não. No plano exclusivamente biológico, não é muito importante salvar alguém depois de 20 anos, porque em 20 anos você já teve filhos, então biologicamente você é um luxo, não é necessário. Politicamente você pode considerar isso um tanto perigoso, mas estamos falando de biologia. Para a Biologia, nós só precisamos viver por 20 anos.

Todos os textos e fotos podem ser utilizados e reproduzidos desde que a fonte seja citada.
Textos: UnB Agência 
Secretaria de Comunicação da UnB

3 comentários:

Cada dia que passa creio que menos entendo os seres humanos.
Abraços forte

O ser humano só precisa viver 20 anos?
Não que discorde, mas não esperava que isso fosse contemplado pela biologia.
Parabéns pelo post!!!

Um forte abraço!

Oi Beth!
Muito boa essa matéria! Realmente somos estúpidos se pensarmos que queremos tanto a cura de doenças e nem sequer conseguimos cuidar do planeta para que ele nos dê condições de vida saudável. Remamos contra a maré, não é? Imagina só o anti-vírus ou auto-defesa que a Terra precisou adquirir para sobreviver por mais de 20 anos e ainda tendo contra ela nós que a habitamos...
Grande beijo,
Jackie

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar