Menu Principal

Acabou!

0
Enfim, o Brasil tem uma Presidenta: A primeira em mais de 500 anos.
E que presidenta!
Em 2002, a elite e burguesia midiática, financeira e alguns setores artísticos, aliada aos pequenos burgueses ideologicamente conservadores, disseram que se o Lula fosse eleito o país iria à “banca rôta” da economia, pois todos os investidores iriam levar os seus capitais para o exterior e a economia iria afundar.
Não faltou nem mesmo uma “musa” para falar em nome dos “oprimidos”: A eterna “mocinha" da Rede Globo, Regina Duarte. Mas, afinal, a ESPERANÇA acabou derrotando o medo.

Nestas eleições, foi à vez das baixarias.  Adjetivos como: terrorista, fanchona, assassina,  atéia, fantoche do Lula, despreparada, assaltante de bancos na época da ditadura e aliada das FARC. Não adiantou...
Dilma venceu
Venceu com 56,05%, com uma diferença de mais de 12 milhões de votos sobre o seu adversário. Este é o dado fundamental, pois demonstra claramente qual o foi melhor projeto político escolhido para governar o Brasil  nos próximos quatro anos.
Dilma venceu para acabar com as senzalas, o trabalho escravo, para que tenhamos mais crianças nas escolas, jovens nas universidades, para que o Brasil continue sendo respeitado frente às grandes economias mundial, para que os brasileiros que estão fora do país não se sintam desamparados, e sobre tudo, para calar a boca de uma elite conservadora, que de DEMdemocrata só tem o discurso. 
Dilma venceu para que uma determinada população, que sempre foi excluída pelos governos anteriores ao do Lula, possa continuar garantindo o seu direito à cidadania, e que outras mais possam ser incluídas.
Dilma venceu porque sempre foi uma candidata real e nunca se omitiu do seu papel histórico, inclusive da relação com o presidente Lula e o PT. Neste sentido, Dilma foi sincera o tempo inteiro e fiel aos seus ideais. 
Dilma venceu para falar de igual para igual com as grandes potências econômicas, e estabelecer a solidariedade com os demais povos. Para que o Brasil definitivamente faça parte do Mapa Mundi real, sem subserviência política e econômica.
Dilma venceu para continuar às realizações do governo Lula. Venceu para que o Brasil continue a ser UM PAÍS DE TODOS.
Dilma venceu para quebrar tabus. Para incluir nos dicionários a palavra PRESIDENTA. A PRIMEIRA EM MAIS DE 500 ANOS DA NOSSA HISTÓRIA.
Dilma venceu para quebrar barreiras de gênero e colocar as mulheres no centro da história e das decisões políticas.
Não resta a menor dúvida de que quem sai fortalecido é o Estado de Direito Democrático, construído à custa de vidas e sangue de alguns brasileiros que lutaram contra a ditadura militar, para que no dia de hoje pudéssemos exercer o livremente direito de opinião e voto. Dilma foi uma dessas pessoas. E coerente com a sua trajetória política de vida, Dilma não fugiu à luta.
Portanto, hoje, assim como em 31 de outubro de 2.010, mais uma vez, a esperança venceu o ódio e as baixarias.
E é por isso, que hoje é um lindo dia, de muitos que virão, no Brasil e em Brasília!

Deixe um Comentário

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar