Menu Principal

Modernos no discurso e medievais na prática

5

Em pleno século 21, em um mundo globalizado no campo das finanças, dos avanços tecnológicos, da nova constituição e formação do núcleo familiar, das políticas sociais para combater a fome no mundo, dos avanços nas políticas nacional e internacional dos direitos humanos, da “liberdade de expressão e opinião”, da reformulação dos organismos internacionais de decisões políticas (ONU, OTAN, FMI), da formação de blocos econômicos e da geopolítica dividindo o mundo, o Brasil ainda convive com uma triste realidade: O trabalho escravo ou análogos. Para combater esta prática medieval só mesmo uma intervenção pesada do Estado, que provoque mudanças, criminalize os responsáveis e devolva a condição de cidadão a estas pessoas.

Lista Suja, de patrões igualmente sujos
Finalmente o governo federal editou a Portaria interministerial contendo as novas regras do Cadastro de Empregadores que tenham submetido trabalhadores a condições análogas à de escravo. A assinatura ocorreu na  quinta-feira (12/05). 

Conhecido como a “Lista Suja do Trabalho Escravo”, o documento, assinado pela Secretaria dos Direitos Humanos (SDH/PR) e o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), revoga a Portaria MTE nº 540, de 19 de outubro de 2004. 

O Cadastro se constituirá em uma ferramenta do Estado Brasileiro no combate ao trabalho escravo contemporâneo. A lista será atualizada semestralmente e compartilhada com outros órgãos governamentais, bancos públicos (Banco Central, o Banco do Brasil, a Caixa Econômica Federal, o Banco da Amazônia, Banco do Nordeste) e o Ministério do Trabalho e Emprego, para evitar que os infratores continuem com a facilidade de obtenção de crédito público, ao mesmo tempo em que escravizam  as pessoas. Também farão parte do Pool institucional  Ministério Público do Trabalho e o Ministério Público Federal.

Será competência da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República por meio da Comissão Nacional para a Erradicação do Trabalho Escravo (Conatrae), os procedimentos para inclusão e exclusão de nomes do cadastro de empregadores.

Os maiores escravocratas contemporâneos são os donos de usinas e fazendas, representados pela bancada dos ruralistas na Câmara Federal. 

Fazem parte da força tarefa de combate ao trabalho escravo as seguintes instituições: 
-Delegacia Regional do Trabalho (DRT)
-Comissão Pastoral da Terra (CPT)
-Sindicato de Trabalhadores Rurais
-Polícia Rodoviária Federal
-Polícia Federal (PF)
-Ministério Público do Trabalho
Para fazer uma denuncia, qualquer pessoa pode ligar para a Central de Atendimento do MTE: Ligue 15

5 comentários:

Será que essa lista vai ser colocada na internet? Deveria, pois assim boa parte da nação ficaria sabendo quem são esses escravocratas "modernos".
Bom, não deixa de ser uma boa notícia.
abração

Oi querida,
Boa idéia!
Vou ficar monitorando e divulgar.
Excelente notícia, creio.
Abração bem apertado e com muita energia! rsrsrs
Fui!

Oilá,Beth,que ótima abordagem sobre mais este, outro dentre vários dos nossos calos/entraves sociais,"trecos" que vão direto e contra o progresso brasileiro, mundial e, mais doloroso ainda,contra a pessoa,contra o íntimo de cada um, porque certamente,qualquer injustiça vai contra o espírito de quem se julga equilibrado.

Então? Como pode alguém "civilizado" ou humanizado usar outra pessoa? Que o digam os manipuladores de plantão; mas, acho que "trabalhar" remuneradamente ou não,é destino de quem tá vivo; aliás,conheço gente que é praticamente "escrava" e que sofre muito, apesar de receber, 1 salário mínimo e ter direito a vários "benefícios" e "seguros sociais"... ahhgora,alguém que acha que fazendo içço,debaixo da CLT ou não,acha que é vivo,tá e estão enganados.São como parasitas que, além de sugar as energias do povo,ainda acham que estão mantendo em perfeita ordem o estado e trazendo sob controle e em "currais", a "máquina humana" que eles próprios desconhecem,
principalmente o lado do Ser,da "anima"... É de lascar!

Maaasss, oremos... afinal,
é só o que nos resta mermo,rs!

Um grande abraço pra vc!

Fala R149,
Rsrsrsrs
Gostei...
Oremos sim, porque se não fica muito difícil...
Outro grande abraço para você.
Valeu!

Olá Beth! Eu era ignorante sobre o que é trabalho escravo, até que conheci o site http://www.reporterbrasil.org.br/. Por ele fiquei sabendo que bem perto de nós alguém, ou um grupo de pessoas, pode estar sendo vítima de algum empregador sanguessuga, desprovido de qualquer humanidade, sim, pq quem explora o trabalhador, um ser humano, não pode ser digno de ser tratado como tal.
Vamos dar um voto de confiança a essa iniciativa. Que esses tipinhos sejam cercados a ponto ou de aprenderem a ser gente, tomarem consciência da sua estupidez ou simplesmente sumirem do mapa.

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar