Menu Principal

A Festa da Boa Morte

6

A Barroquinha

Há mais de 190 anos, uma confraria de mulheres descendentes de escravos africanos iniciou a devoção a Nossa Senhora, em Salvador, onde elas se reuniam atrás da Igreja da Barroquinha. 
Expulsas do local, seguiram para o Recôncavo baiano, instalando-se na cidade de Cachoeira (116 Km da capital), onde permanecem até hoje. Para integrar a confraria, composta por 23 mulheres, é preciso ter mais de 50 anos de idade. 


As festividades forma iniciadas no sábado dia 13/8, com uma celebração religiosa se estenderá até a próxima quarta-feira (17).
Segundo alguns historiadores o surgimento da Irmandade da Boa Morte, ocorreu pela necessidade dos escravos conseguirem a alforria de outros, que viviam naquela mesma condição durante o Brasil Império. 
A festa da Irmandade tem como característica o sincretismo e recebe influência da religião católica e do candomblé, fortemente praticado no Recôncavo. 
Durante as festividades, missas serão realizadas, e oferecidas comidas típicas como carurus, feijoadas, maniçobas e cozidos, originárias da cultura afro-brasileira. 
Em junho de 2010, Governo do Estado reconheceu a confraria como Patrimônio Imaterial da Bahia.
Foto: Web

6 comentários:

A Bahia, através do IPHAN, é um dos
estados da federação que mais reconhece os valores da terra, consagrando-os como seu patrimônio... tanto material, como imaterial.
Viva a Bahia!
Excelente matéria, Beth
Um abraço
Lúcia

Oi Lúcia,
Verdade. Neste ponto a Bahia dianteira. rsrsrs
Que bom você ter gostado.
Valeu!
Um abraço.

Otima materia. Parabens!
Pena que materias como esta sao poucas.

Oi Denis,
Fiquei super feliz com a sua visita e comentários.
Aproveitei e dei uma passada no seu blog. Gostei, por ser uma temática diferente do meu. Estou te seguindo.
Apenas não te achei no dihitt.
Um abração.

O endereço é:

http://www.dihitt.com.br/Deniscorcinicortezao

Uso muito pouco ele, mecho muito no.
www.deniscorcinicortezao.net

Oi,
Querida Beth,
passando para mais uma Travessia e atravessando entre um post e outro, eis que descobri este que achei um encanto e apesar de conhecer a história e já acompanhado "in loco" por duas vezes a procissão, vê-la aqui teve um sabor diferente. Obrigada por divulgar essa belíssima manifestação cultural e patrimônio imaterial.
Beijão no seu coração

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar