Menu Principal

Em tempos de crise econômica mundial, nem Dólar e nem Real. A moeda é: CDD!

4

Dona Geralda e a sua moeda

“As notas de Real que circulam pelo Brasil inteiro são reconhecidas pela ilustração da efígie da República, uma mulher inspirada na imagem da Liberdade, do quadro A Liberdade guiando o Povo, de Eugène Delacroix. Mas...

No regime de economia solidária, implantado na semana passada no Rio de Janeiro, a moeda social que circula desde o último dia 15, na favela Cidade de Deus, a CDD (abreviação de reconhecimento do bairro), é representada por gente comum – mas importantes para o local, como a dona Geralda Maria de Jesus, cuja foto está na cédula equivalente ao um real.

Tão famosa quanto a imagens das notas do Real lá na comunidade, a moradora de 82 anos, uma das primeiras a chegar ao bairro, em 1965, diz que esse é um reconhecimento do seu trabalho.

“Sou muito agradecida a todos aqueles que entenderam o que eu faço e compreenderam que eu estava sendo merecedora de passar por esse momento”, vibra a homenageada.

Mineira de Carangola, região da Mata, dona Geralda, que chegou aos 36 anos e com oito filhos na Cidade de Deus, há mais de 20 serve café da manhã (leite e pão com manteiga) e almoço para gestantes e crianças carentes. 

“Eu estava para me aposentar, quase com 70 anos, e fiquei pensando o que é que eu poderia fazer para continuar trabalhando e surgiu a boa vontade de ajudar crianças e grávidas”. De segunda a quinta-feira dona Geralda distribui refeições gratuitamente.

São exemplos de moradores que contribuem para o desenvolvimento da Cidade de Deus que estampam as notas de CDD que agora fazem parte do dia a dia do comércio. Quem troca o Real pela moeda social, consegue desconto de até 10% nas compras. Com isso, espera-se colocar em prática o objetivo do Banco Comunitário, que é o de incentivar a produção e consumo de produtos e serviços locais, promovendo a economia da comunidade”.

Como eu estava no Rio de Janeiro e resolvida a ir à Bienal do Livro, fiz uma parada na Cidade de Deus - que é passagem - para conhecer a moeda local. Obtive uma e a guardo como recordação.
Depois segui meu rumo, rumo à Bienal.

Matéria adaptada de um Jornal Local/Carta Capital.

4 comentários:

Não estava sabendo da novidade, como não sei de fundo do assunto prefiro não comentar, mas vou informar-me dos objetivos desta implantação de uma moeda diferente a circular dentro desta comunidade.
Abraços

Olá minha querida amiga Beth!!!
Bela moeda minha amiga, acho que vale muito mais que as outras duas juntas!!!
Parabéns minha amiga, maravilhosa homenagem ao povo da Cidade de Deus, em especial a dona Geralda Maria de Jesus, são atos como este que fazem a diferença na vida das pessoas!!!
Parabéns pela excelente postagem, adorei minha querida amiga!!!
Tenha uma linda e abençoada noite!!!
Beijos e muita paz!!!

- Beleza de indicação! Tanto a partir do reconhecimento da cidadã dona Geralda, e por você mostrar interesse em visitar a região.

É bom saber, da existência desse tipo de pessoas ...

Excelente!

:-)

Até mais...

Olá querida Beth!
Que belo exemplo de cidadania!
Parabéns a D.Geralda pela garra e a você pelo maravilhoso artigo!
Bom domingo!
Beijos

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar