Menu Principal

Só a verdade nos tornará realmente livres

1


Fragmentos
"Um padre amigo me citou certa vez um trecho do Evangelho de São João: “queiram a verdade, porque a verdade vos tornará livres”. Ou então o que dizia o notável Gramsci: aos revolucionários só interessa a verdade, nada mais do que a verdade. Simples assim. A verdade sobre o regime militar, mais cedo ou mais tarde, deverá ser exposta porque liberta. Vejo como uma purificação da alma brasileira. Uma catarse necessária, fundamental. Temos de olhar para os monstros que torturaram e mataram sem piedade, reconhecê-los. 

Surfando com ética

3

Coisa rara nos tempos atuais...
Confesso que jamais havia dado importância para uma tal de Bruna Surfistinha.
Ex-prostituta, ex-dependente química e personagem principal do filme que leva o seu nome e está atualmente em cartaz em circuito nacional.
Esta minha indiferença durou até domingo (27/03), enquanto manipulava o controle remoto da TV em busca de um bom divertimento (coisa difícil), e me deparei com um programa de entrevistas, cuja entrevistada era a tal Surfistinha.
O lema (que coisa antiga) do programa é: Vale tudo, só não vale mentir. O formato é de blocos com perguntas e respostas que necessáriamente devem ser respondidas. O prêmio oferecido aos participantes é de vinte mil reais (uma baba). Ah! Ainda tem um tal de Detector de mentiras, provavelmente resquiscios da Ditadura Militar e da prática de tortura que ainda se pratica no Brasil. A postura da Bruna me chamaou a atenção e resolvi assistir o programa até o final da entrevista.

Casa violenta, rua sedenta...

6

Para aniquilar de vez por todas as esperanças.
É ou não uma Sinuca de Bico, para milhares de crianças e jovens?
Sabe qual é a principal motivo que leva crianças e adolescentes às ruas? Uma combinação mortal: Violência doméstica e o uso de drogas.
De acordo com o censo da Secretaria de Direitos Humanos (SDH), cerca de 70% das crianças e adolescentes que dormem nas ruas foram violentados dentro de casa. E o mais grave: 30,4% são usuários de drogas ou álcool.
Os dados
Apontam os seguintes situações-problemas vividos por esta população:
- 32,2% das crianças e adolescentes tiveram brigas verbais com pais e irmãos.
- 30,6% foram vítimas de violência física.
- 8,8% sofreram violência e abuso sexual. 

As deficiências que podem nos contaminar

11

"Deficiente" é aquele que não consegue modificar sua vida, aceitando as imposições de outras pessoas ou da sociedade em que vive, sem ter consciência de que é dono do seu destino. 

Mais um passo importante

4

Maria da Penha

A ministra Iriny Lopes, da Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM), afirmou que esta quinta-feira (24/03) é um dia histórico para as mulheres brasileiras. A ministra se refere à decisão do Supremo Tribunal Federal, que, reconheceu a constitucionalidade da Lei Maria da Penha (Lei 11.3490/2006), ao negar o habeas corpus impetrado pela Defensoria Pública da União. O HC questionava o artigo 41 da legislação, que diz que os agressores enquadrados na Lei Maria da Penha não podem recorrer à Lei 9099/95, que concedia o benefício da suspensão do processo por dois anos e seu arquivamento, caso o réu não voltasse a ameaçar a vítima.
Artigo completo

A prosa dos Candangos...

3
No início era assim...

Comparado-se com os dias de hoje, chegava a ser infantil – no bom sentido. Mas foi também por essa época que o vírus da corrupção se instalou por essas bandas. Afinal, tudo tem uma origem.

Segundo alguns pioneiros, era uma boa prosa de se prosear...

No início foi uma discussão se o termo para os nascidos em Brasília seria brasilenses ou brasilianos, mas nenhum deles caiu no gosto popular que só “o uso” poderia decretar vencedor.
E acabou que se quem nasce no Rio é carioca, quem nasce no Espírito Santo é capixaba e quem nasce no Rio Grande do Sul é gaúcho, quem nasce em Brasília só poderia ser candango. Candango? Mas o que é isso?

Palavra que veio da áfrica e indicava como os nativos se referiam aos portugueses. É uma variação de candongo, palavra do idioma Quimbundo. E fica mais complicado. Pequeno benzinho, do reino de Angola, pequeno angolês, adulação, caçoada, termo depreciativo com o qual os escravos se referiam aos lusos e sinônimo de cafucu (mistura de cafuzo, negro e mameluco). Apenas nos tempos mais próximos à construção de Brasília virou um termo generalizador para todos os emigrantes que tentavam a vida em lugares diferentesl, ou seja, pau-de-arara.

Hoje, candango é o mesmo que herói. Assim como os pracinhas que antes eram diminuídos e hoje são donos de medalhas, os primeiros candangos tornaram possível a nova capital.
Esses primeiros habitantes de Brasília deixaram um legado para que hoje, quem nascer aqui poder dizer com orgulho: “sou candango!”

E é por isso que o principal símbolo de Brasília é o monumentos Dois Candangos.

Para Emília, do Blog Aprendemos

5

"Grande parte da humanidade olha para a África como quem olha pela janela (de um hotel de 5 estrelas) e não como quem olha para o espelho. No entanto, toda a história mundial tem seu espelho na Africa. Todos os outros continentes - América, Ásia - foram espoliados para que a Europa pudesse trilhar as chamadas revoluções comercial e industrial, no processo de acumulação primitiva. Mas nenhum continente sofreu, além da dilapidação dos seus recursos naturais, da opressão das suas culturas e dos seus povos, a escravidão nas proporções de genocídio que ela assumiu na Africa (…).

Quatro homens e uma mulher...

1

E ela se saiu melhor que todos.
Janeiro, fevereiro e março: Se estas palavras estivessem nas mãos de um bom compositor, certamente daria um belo samba.
Mas, neste caso, a melodia e harmonia parecem mais adequadas com uma música executada por uma orquestra regida por uma maestrina que parece estar obstinada a continuar construindo um Brasil melhor.

Para quem ama o mar: O Encontro

5

Olá pessoal,
Primeiro desejo informar que fiquei quatro dias sem acesso total à rede, o que sem dúvidas me limitou muito o convívio com vocês.
Hoje estou conseguindo me atualizar um pouco. Então peço desculpas se não consegui estabelecer uma conexão mais participativa com todos os leitores e seguidores do Travessia. O que pretendo fazer ao longo desta semana, com prazer e calma.
Assim, após esta breve explicação, vamos a o Encontro!
Espero que gostem.
Um abraço.
Beth Muniz.

La vem Obama...

10

A visita de Obama ao Brasil não representa apenas um ato simbólico, e muito menos esta revestida por um manto mitológico. Muitos interesses estão em jogo, para os dois lados.
Mas, o mais importante, é que finalmente o Brasil deixou de ser um mero expectador do cenário político e econômico mundial, e passou a ser agente e protagonista do seu próprio processo de desenvolvimento.
"Obama foi anulado pelo conservadorismo de bordel dos EUA"
Em entrevista exclusiva à Carta Maior, a economista Maria da Conceição Tavares fala sobre a visita de Obama ao Brasil, a situação dos Estados Unidos e da economia mundial. Para ela, a convalescença internacional será longa e dolorosa. A razão principal é o congelamento do impasse econômico norte-americano, cujo pós-crise continua tutelado pelos interesses prevalecentes da alta finança em intercurso funcional com o moralismo republicano. ‘É um conservadorismo de bordel’, diz. E acrescenta: "a sociedade norte-americana encontra-se congelada pelo bloco conservador, por cima e por baixo. Os republicanos mandam no Congresso; os bancos tem hegemonia econômica; a tecnocracia do Estado está acuada”.
Para entender melhor, acesse

Olha a cara dela...

2

Nem passando lustra móveis resolve.
Será um problema de DNA familiar?
Entretanto, fica-nos uma reflexão: Não basta ser do gênero feminino. Tem que ser, parecer e ter prática política diferente nas esferas pública e privada.
Em minha opinião, esse deve ser o diferencial.

João Nogueira e sua Missão

6
Até que enfim o reconhecimento merecido.

“Do poder da criação, sou continuação, e quero agradecer
Foi ouvida minha súplica, Mensageiro sou da música
O meu canto é uma missão, tem força de oração
E eu cumpro o meu dever
Aos que vivem a chorar, eu vivo pra cantar
E canto pra viver

A mãe, a varanda e a poesia

12

Dona Neide

Queridos (as) amigos (as) e parceiros (as),
Eis que finalmente voltei ao mundo real, e é claro, ao virtual.
Conforme era o meu desejo, revi o mar, os amigos e a família. 
Tudo de bom!
O mar me recebeu, como sempre, no mesmo lugar...
Parecia estar a me esperar.
Os amigos (as), mais uma vez me acolheram de braços abertos tal qual o Cristo Redentor.
Como é bom cultivar amigos...
Entretanto a emoção maior foi ser recebida com poesia pela pessoa mais importante na minha vida.

Pausa para a folia e descanso merecido...

7
Prezados (as) amigos (as) desta nossa Travessia,
Farei uma pausa neste período de festas do Rei Momo.
Estarei no Rio de Janeiro - minha cidade maravilhosa - torcendo para a minha querida Portela - apesar de tudo - perseguindo os blocos de rua e cheirando o mar. 
Maravilhoso mar, que como diz a música: "Quem vem do horizonte, berço das sereias, lendário e fascinante"...
Para quem vive durante todo o ano o clima seco do Cerrado (Planalto Central) e, a tensão da Esplanada dos Ministérios, em Brasília, nada melhor!
Não se esqueçam de mim, não desapareçam... Outra música!
Bom carnaval.
Até a volta!
Grande abraço.
Beth Muniz

Abram Alas: Queremos passar...

4

Em 28 de fevereiro de 1935, se despedia Chiquinha Gonzaga, abrindo alas para música e os direitos da mulher no Brasil.

Fragmentos

Compositora, instrumentista e regente.
(Rio de Janeiro: 17/10/1847 – 28/02/1935. 

Maior personalidade feminina da história da música popular brasileira e uma das expressões maiores da luta pelas liberdades no país, promotora da nacionalização musical, primeira maestrina, autora da primeira canção carnavalesca, primeira pianista de choro, introdutora da música popular nos salões elegantes, fundadora da primeira sociedade protetora dos direitos autorais, Chiquinha Gonzaga nasceu no Rio de Janeiro, filha do militar José Basileu Neves Gonzaga e da mulata Rosa Maria de Lima.

Por desafiar os padrões familiares da época, sofreu fortes preconceitos. Aperfeiçoou-se com o pianista português Artur Napoleão (1843-1925). Sua vontade de musicar para teatro levou-a a escrever partitura para um libreto de Artur Azevedo, Viagem ao Parnaso.

Sim, Podemos!

3

Pacto internacional pela igualdade de gênero
A A ONU Mulheres - Entidade das Nações Unidas para a Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres, está em pleno funcionamento desde 1º de janeiro. 
Fruto de anos de negociações entre o movimento global de mulheres, de todos os setores, e os Estados-membros da ONU, o lançamento da entidade é um marco na promoção da igualdade entre homens e mulheres, meninos e meninas.

Todas as artes em todos os espaços...

3

Existe coisa melhor que o encontro da arte e do artista com o público?
Apesar de não ser artista, acredito que não.
Se for em praças públicas melhor ainda...
Qual seria o sentido da arte, se uma das partes faltasse ao encontro?
Então, qual é o ponto? 

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar