Menu Principal

Justiça autoriza exumação do corpo de aposentado espancado por PMs no Pinheirinho, em São Paulo

3
Ivo Teles
Após a primeira sessão de espancamentos, o senhor Ivo Teles chama os PMs de covardes e mostra-lhes os machucados. As imagens são do dia 22 de janeiro de 2012, data do “massacre de Pinheirinho”. Horas depois, ele foi internado no Hospital Municipal de São José dos Campos (Foto: Blog do Gusmão/Bahia).

do Blog do Gusmão em parceira com os Blogueiros Progressistas de São Paulo

No dia 22 de janeiro deste ano, os moradores de Pinheirinho, em São José dos Campos (SP), foram expulsos de suas residências por uma força policial que uniu dois mil homens da PM paulista, mais um contingente ignorado da guarda civil do município.

A ação obedeceu a uma ordem da juíza Márcia Loureiro, que determinou a reintegração de posse, com aprovação do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e do prefeito de São José dos Campos, Eduardo Cury, ambos do PSDB.
A área onde estavam os moradores de Pinheirinho possui mais de um milhão de metros quadrados, e pertence ao especulador financeiro, Naji Nahas, preso em 2008 pela polícia federal (operação Satiagraha), por crimes contra o sistema financeiro.

Cerca de 1600 famílias (aproximadamente 8000 pessoas) foram expulsas violentamente. Segundo a jornalista Conceição Lemes (do site Viomundo), “trabalhadores foram espancados, um baleado nas costas, dois óbitos de alguma forma relacionados à reintegração de posse, pais barbarizados (tiveram armas apontadas para a cabeça) na frente dos filhos, animais mortos a tiros. Tudo o que tinham – de moradia, móveis, geladeiras, computadores, TV a brinquedos, livros, fotos, filmes, documentos – foi destruído. Gente que ficou sem passado, vive um presente miserável (há pessoas morando na rua) e não sabe qual será o futuro”.

Entre os flagelados, se encontrava Ivo Teles dos Santos, um ilheense de 69 anos, aposentado, suspeito de ter sido barbaramente espancado pelos policiais.

No mesmo dia da expulsão, 22 de janeiro, Ivo Teles deu entrada no Hospital Municipal de São José dos Campos, onde ficou internado por dois meses. O aposentado, que morava só em Pinheirinho num lugar chamado “Cracolândia”, só foi encontrado no dia 03 de fevereiro, por sua ex-companheira, Osorina Ferreira de Souza, com quem viveu durante 20 anos. A ex-mulher afirma ter encontrado Ivo Teles entubado e em pleno estado de coma. 
No dia 10 de abril, Ivo Teles dos Santos faleceu, aos 70 anos, diante dos prantos da filha desgarrada que pouco conviveu. O sepultamento ocorreu no dia 11, no cemitério São João Batista, no bairro do Pontal, Ilhéus.

Fonte: Viomundo - http://www.viomundo.com.br

3 comentários:

Oi Beth, que caso triste foi esse...infelizmente acho que haverá essas situações covardes enquanto houver tanta desigualdade social...abçs

Será que algum dia conseguiremos efetivamente sermos "iguais", materialmente falando? Complicado demais tudo isso, mas acreditando sempre no hoje para um futuro melhor!
Bjs Beth. (estou te seguindo no twitter)

Beth
Minha amiga, tanta barbárie neste caos social em qual vivemos.
É triste, muito triste...
Beijos e um ótimo domingo pra ti.

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar