Menu Principal

O Apagão da conveniência

3
Dos que tentaram apagar a escravidão da história e da memória dos brasileiros.

Em palestra realizada na segunda-feira (19) na Advocacia-Geral da União (AGU), em Brasília, o professor e pesquisador Edson Lopes Cardoso destacou a importância de ações que valorizem a inserção de raça e de gênero na sociedade brasileira. A palestra fez parte das comemorações do Dia da Consciência Negra (ontem), 20 de novembro, data da morte de Zumbi dos Palmares.

Segundo o professor, entre a Lei Áurea, sancionada em 1888 e a Lei 3.708, de 2001, sancionada pelo governo Lula, que instituiu o primeiro sistema de cotas nas universidades para estudantes afrodescendentes, não houve nenhuma iniciativa que beneficiasse o negro. “Apagamos a escravidão da história” disse.

O professor defendeu ainda a Lei de Cotas, sancionada em agosto, e alertou que é preciso mobilizar governo e sociedade para que, ao final de dez anos, quando a lei precisará ser revista, os resultados possam ter contribuído para melhorar o modelo de sociedade no Brasil.

“As pessoas vão se surpreender daqui a alguns anos quando forem atendidas por um médico índio, um engenheiro negro. E isso vai acontecer. A sociedade e o governo têm que garantir que esse seja o caminho”.

Como parte das comemorações do 20 de novembro, a Secretaria de Promoção da Igualdade Racial do Distrito Federal (Sepir-DF) junto com a Fundação Cultural Palmares promovem durante toda a semana, uma série de atividades que serão concentradas na Praça do Museu da República.

Quem sabe assim, o país que passou um século virando as costas para a população negra, com a benção dos poderosos e o silêncio conveniente dos que sempre se moveram em uma só direção, possa enfim ser reconhecido verdadeiramente como uma grande nação.

3 comentários:

É temos um verdadeiro apagão.. não de consciência, mas de ideias. um dos HOMENS que eu mais admiro em minha vida é o presidente LULA!!! eu não sei qual é a sua origem étnica.o que eu sei a respeito desse homem é que ele tinha sonhos e dentre os seus sonhos,um ere de ser o presidente de seu pais.não teve acesso a escola como muitos de nós tivemos mas.ele tinha convicções que era possível um subalterno governar. ESSE HOMEM lutou cotra donos de emissoras de tv,o desprezo de sociólogos,a articulação de caçadores de marajás e com a ira de intelectuais frustrados.mas um dia os desprezados pele senhores feudais sairão de suas casas para dizer sim a uma carta de alforria,que antes escrita a lapes,agora autenticada pela força do povo.talvez não haja apagão e sim breakout.EU estou decepcionado com o descaso com que nós NEGROS,não lutamos nem pelos direito que poucos homens conquistaram;derramando lágrimas e sangue. acabei de sofrer um apagão...

Oi Gilmar,
Que maravilha de comentário!
Sim, creio que existe um apagão de ideias e ideais, coisas que não faltavam ao Lula, que incomodava e ainda incomoda aos poderosos, e também aos não ousam sonhar com verdadeiro ideário de liberdade.
Tens razão em tudo o que desabafas.
Grata pela tua travessia e comentário.
Um abraço.

Oi Beth

Seja por que caminhos forem, que a sociedade garanta a ascensão dos que foram excluídos.

Todo homem tem direito à oportunidades de exercer plenamente as suas capacidades, que isto não seja cerceado em nenhum homem e, cada vez mais portas se abram.

Beijos

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar