Menu Principal

Vale a pena pagar para ver TV?

5
Laurindo Leal
Houve tempo em que identificávamos os canais de TV pelos números. “O programa passou no 4 ou no 7? Ou será que foi no 2”. Não era assim? Os canais iam do 2 ao 13 que, com os intervalos entre um e outro, somavam sete nas grandes cidades. Ninguém, àquela altura, poderia imaginar que existiriam um dia canais 127 ou 519. Ainda por cima pagos.

Hoje pagar para ver TV não é mais novidade. Até fevereiro deste ano mais de 13 milhões de brasileiros já faziam isso, número que deve dobrar em cinco anos.

Melhor distribuição de renda e uma possível, mas ainda não confirmada redução no preço dos pacotes oferecidos, podem explicar esse crescimento.

Hoje quem paga para ver TV no Brasil paga caro. Pesquisa realizada pela Ancine (Agência Nacional de Cinema) constatou que os brasileiros desembolsam muito mais pelo serviço de TV por assinatura do que os consumidores de outros seis países latinos: Portugal, Espanha, Chile, Argentina, Peru e Equador.

O preço máximo de um canal de TV paga no Brasil era de R$ 3,74 no final de fevereiro, duzentos por cento mais caro do que o valor máximo cobrado na Espanha (R$ 1,83). O preço mínimo de um canal no Brasil é de R$ 1,74. No Peru de 56 centavos de Real.

O trabalho, a atividade mais transversal da humanidade

0
Portinari
O homem se distingue dos outros animais por várias coisas, mas a determinante é que o homem tem capacidade de trabalho.

O homem transforma o mundo, o meio que o cerca, através do trabalho, para encontrar as formas de sua sobrevivência e para amoldar o mundo conforme os seus projetos. O homem tem o poder de humanizar a natureza, enquanto os outros animais apenas recolhem o que encontram na natureza ou fazem trabalhos puramente mecânicos e repetitivos, sem criatividade – como os casos das formigas e das abelhas.

O progresso humano foi resultado do trabalho humano, embora o trabalho, nas sociedades existentes ate’ aqui, seja, um trabalho alienado, em que os trabalhadores nao possuem os meios de produção para plasmar seu trabalho conforme suas decisões conscientes. Tenham que submeter a ser explorados pelos que nao produzem, mas possuem capital suficiente para ter meios de produção que explorem o trabalho alheio.

A transformação do mundo só pode ser explicada pela evolução do trabalho humano, da capacidade humana de modificar o mundo que o cerca. O homem foi escravo da natureza durante séculos e séculos, acordava quando havia luz e dormia quando ela terminava. Era vítima inerte das catástrofes naturais.

O trabalho humano é a fonte da construção das riquezas, dos bens de que o homem dispõe. Se pudesse decidir livremente, de forma consciente e democrática, o destino do seu trabalho, o mundo seria – será – muito destino, humanizado.

Cuidado: a sua profissão pode te colocar em perigo!

2
O governo federal, por meio do Itamaraty, em ação desenvolvida desde 2010, identificou uma vertente do crime de tráfico de pessoas, mais comumente conhecido pelo abuso sexual: a exploração do trabalho, fora do Brasil. 

Foram relatados casos de jogadores de futebol, modelos, músicos, dançarinos, churrasqueiros, cozinheiros de restaurantes étnicos e professores de capoeira com agentes e empresários que os colocam em situação de irregularidade migratória, exploração, abusos, maus-tratos, acomodação precária e retenção de passaportes e pagamentos.

A partir dessa constatação foi elaborada a cartilha "Orientações para o trabalho no exterior", que será lançada hoje (29), no Palácio do Itamaraty, em Brasília, foi elaborada pelas áreas consular e cultural do Itamaraty, tem parceria da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e da Ford Models, e o objetivo é fornecer informações e alertas sobre os riscos da irregularidade migratória.

Destinos
Armênia, China, Cingapura, Coreia do Sul, Filipinas, Grécia, Índia, Indonésia, Irã, Malásia, Tailândia e Turquia são os países de onde vem a maioria dos relatos. Para jogadores de futebol, os convites para atuar no exterior costumam ser irresistíveis, mas o sucesso não chega para todos. Segundo Luiza Lopes da Silva, diretora do Departamento Consular e de Brasileiros no Exterior - da Divisão de Assistência Consular do Itamaraty, muitas vezes os garotos são levados a começar a trabalhar sem visto e com base em contratos injustos.

O exercício da profissão sem contrato registrado e sem visto de trabalho é comumente associado a regime de servidão por dívidas. Os salários, normalmente estipulados por sessão de trabalho, passam a ser quase totalmente retidos pelo empregador, a título de reembolso da passagem área, e para o pagamento de alojamento.

Os casos entre churrasqueiros, cozinheiros, dançarinos, músicos e professores de capoeira têm uma configuração comum que também as qualifica como tráfico – mas poucos admitem a condição de vítimas desse tipo de crime.
O documento destaca que naturalmente há casos de sucesso, como cozinheiros que acabaram abrindo o próprio negócio. 

Para cada caso de sucesso, contudo, muitos outros são de dificuldade, privações e abusos.

O futuro se constrói com nome e sobrenome

1
Já imaginou como seria a sua vida se você não tivesse nome e sobrenome?

Se simplesmente você não existisse do ponto de vista cível?

Um dos passos para que esta situação não ocorra no futuro, é a garantia do registro civil de nascimento, às crianças de agora, e adultos no futuro.

Série histórica
A média nacional de crianças sem registro caiu mais de 50%, entre 2003 a 2009, após a realização de 2.895 mutirões para a emissão de documentação civil básica, resultando na emissão de mais de 85 mil certidões de nascimento. 

Mutirões específicos também foram realizados em comunidades tradicionais, nômades, semi-nômades, indígenas, ciganos, moradores de rua e áreas rurais, com a emissão de mais de 1,3 milhão de documentos. 

ONU
O Relator Especial da ONU para o Direito à Alimentação reconheceu que o Brasil “tem sido particularmente eficaz em lidar com formas extremas de privação”. O direito a uma alimentação adequada e à segurança alimentar e nutricional foi incluído na Constituição, em 2010. 

Há também programas oficiais de compra de alimentos da agricultura familiar para instituições de assistência social e merenda escolar. Em 2011, foram 48,1 milhões de alunos beneficiados. Como resultado, o Brasil foi um dos países que mais avançou na redução da mortalidade infantil - 59,7% entre 1990 e 2008, e da desnutrição infantil - 90% entre 1979 e 2009,

Busca ativa
Mas, 6,6% crianças entre um e dois anos de idade ainda permanecem sem registro.
É preciso buscá-las!
Fonte: MDS/Ministério da Justiça/PR

O rio, as pegadas, as flores e o moinho

5
Imagem: Fotos da Hora
Em qual tempo: real ou virtual?

Às margens do Velho Chico, domando Moinhos de Vento, deixo Pegadas na Areia, porque sei que Flores serei. Nesta bela travessia, como não Expandir a Consciência?

Para você leitor e seguidor do travessia, deixo como sugestão de leitura para o final de semana, os textos abaixo. Espero que gostem.

1-Amores no Velho Chico (Equipe)
http://www.dihitt.com.br/n/blogueiro-reporter/2012/03/28/por-quem-chora-saudade

2-Retalhos do que sou (Van)
http://www.dihitt.com.br/barra/flores-serei

3-Só Contos (Luisa)
http://autoressocontos.wordpress.com/2012/05/21/pegadas-na-areia/

4-SEB (Hugo)
http://www.dihitt.com.br/barra/como-domar-o-vento-a-incrivel-historia-de-william-kamkwamba

5-Expansão da Consciência (Atena)
http://www.expandiraconsciencia.blogspot.com.br/2012/05/tempos-virtuais.html

Bom final de semana.
Um abraço.

Uma nova modalidade de invasão

0
A partir de hoje blogueiros progressistas de todas as regiões do país desembarcam em Salvador. Nem a chuva, nem a greve dos ônibus será capaz de abalar a confiança dos participantes.

Que os bons ventos que sopram da Baía de Todos os Santos - com a benção do Senhor do Bonfim, ajudem a garantir a liberdade de expressão, a democratização dos meios de comunicação e a defesa da blogosfera.

Participantes
Confirmada as presenças de Michel Moore (diretor de cinema e escritor dos Estados Unidos). Franklin Martins – ex-secretário da Secretária de Comunicação da Presidência da República. Emiliano José – integrante da Frente Parlamentar pelo Direito à Comunicação e pela Liberdade de Expressão. Gilberto Gil – ex-ministro da Cultura. Barbara Lopes – do movimento blogueiras feministas. Ignácio Ramonet – criador do Le Monde Diplomatique e autor do livro “A explosão do jornalismo”. Amy Goodman – fundadora do movimento Democracy Now e ativista do Ocupe Wall Street e Osvaldo Leon – Diretor da Agência Latino-Americana de Informação (Alai).

Programação
A programação prevê debates sobre a defesa da democratização da comunicação brasileira, a construção de um novo marco regulatório para a mídia e a liberdade de expressão. Também serão discutidos temas pontuais como a cobertura política sem sexismo, religião e direitos humanos, e os aspectos jurídicos ligados à rede. 

Contraponto
O trabalho que os blogueiros espalhados em todos os cantos do país promovem, informando, abrindo os olhos dos leitores, promovendo o contraponto, e oferecendo alternativas de informações tem sido de fundamental importância.

Transmissão online
A TV dos Trabalhadores irá transmitir o III Encontro Nacional de Blogueiros, ao vivo, a partir das 18 horas de hoje, sexta-feira, 25 de maio.

Se desejar assistir, é só clicar aqui: http://www.tvt.org.br/

Segredo é pra quatro paredes...

5
Intimidade exposta

Intimidade, diz o dicionário, é também sinônimo de privacidade. Corrigindo: já foi, não é mais, com tanta gente se exibindo nas redes sociais (com o perdão pela rima).

Mas houve um tempo, não muito distante, em que a vida íntima era assunto da esfera privada. Quando muito, era sussurrada aos ouvidos mais curiosos em comunidades em que pouco havia para se fazer, além de especular a vida alheia. Não raro, o que era revelado pertencia mais à imaginação do que à realidade dos fatos. Quem mais sabia (supostamente) o que acontecia entre quatro paredes eram os sacerdotes, senhores dos segredos de confessionários.

Mas, num tempo ainda mais distante, não havia ambiente para a vida íntima. Coabitava-se o mesmo espaço em domicílio com um único cômodo, onde o que tivesse que ser visto ou feito via-se e fazia-se com a discrição possível, na presença de filhos e avós. Era comum na Idade Média amontoarem-se todos num único compartimento, ou mesmo num único leito. Entre os nobres, era normal receber convidados sem sair da cama. A arquitetura evoluiu com os costumes e as residências, séculos depois, receberam quartos e outras divisórias, que passaram a preservar a intimidade dos membros da família.

Dois tempos, e um avanço histórico em defesa da cidadania

1
Anselmo
1-Comissão da Verdade
A Comissão da Anistia do Ministério da Justiça negou na noite de ontem (22) o pedido de reparação e ao ex-marinheiro José Anselmo dos Santos, de 70 anos, conhecido como Cabo Anselmo. Dos 60 mil casos analisados, este foi o primeiro que tratou de um agente duplo, que atuou tanto como colaborador do regime militar quanto na resistência à ditadura.

O assunto aguardava decisão desde 2004, quando Anselmo protocolou o pedido de anistia no ministério, alegando que, antes de colaborar com o regime, na década de 1970, foi perseguido, preso e exilado na década de 1960. Ele pediu à Comissão de Anistia uma reparação de R$ 100 mil.

O relator do caso, o ex-ministro da Secretaria de Direitos Humanos e atual presidente da Fundação Perseu Abramo, Nilmário Miranda, votou, no entanto, pelo indeferimento do pedido, avaliando que, além das dúvidas de que Anselmo era agente infiltrado desde o início do regime militar, “não cabe ao Estado, em nenhuma hipótese, reconhecer anistia a pessoa que participou em atos de repressão ilícita e, portanto, não cabe discutir sobre eventuais reparações”.

Segundo o Ministério da Justiça, há registros de que informações fornecidas por ele contribuíram para a morte de mais de 200 opositores ao regime, incluindo militares e a mulher dele, a paraguaia Soledad Viedma, na época, grávida de sete meses.

2-Lei de acesso à informação
A lei de acesso à informação começa a produzir os primeiros frutos
Por unanimidade de votos, os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiram ontem (22), em Sessão Administrativa, divulgar na internet a remuneração paga a cada um dos ministros (ativos e aposentados) bem como de seus servidores, ativos e inativos, além de pensionistas. A decisão atende ao comando da nova Lei de Acesso à Informação (Lei 12.527/2011), que entrou em vigor no último dia 16.
De acordo com o presidente do STF, ministro Ayres Britto, a folha de pagamento será divulgada integralmente, com os nomes dos servidores, os cargos que ocupam e a remuneração bruta mensal que recebem. “Como nosso empregador, o contribuinte tem o direito de saber quanto nos paga”, afirmou o ministro Ayres Britto durante a sessão.
A questão da divulgação pela internet da remuneração bruta mensal de servidores públicos já foi analisada pela Corte, no julgamento de Agravo Regimental na Suspensão de Segurança (SS) 3902, interposto por um sindicato e uma associação de servidores do Município de São Paulo (SP) contra decisão do então presidente do STF, ministro Gilmar.

Finalmente a Caixa Preta dos salários do Judiciário será aberta.
Falta a do Legislativo.
Fonte STF/Agência Brasil

Seja em Joana, seja em João. Não importa: Alterada a Prescrisção

1
Finalmente foi sancionada lei que altera a prescrição de crimes sexuais contra crianças e adolescentes.

A partir da sexta-feira (18/5), o prazo de prescrição dos crimes de abuso sexual, praticados contra crianças e adolescentes, começará a ser contado a partir da data em que a vítima completar 18 anos, a não ser que já tenha sido proposta uma ação penal antes disso, pelo representante legal da vítima. Antes, a contagem do prazo de prescrição para a abertura de processo era calculada a partir da data do crime.

A Lei 12.650, sancionada pela presidenta Dilma Rousseff e publicada no Diário Oficial da União (DOU), foi denominada Lei Joanna Maranhão, em homenagem à nadadora que denunciou seu treinador por abuso sexual sofrido quando criança.

Finalmente o algoz ficará de frente com a verdade

3
O algoz no Roda Viva
Nesta terça-feira, dia 22, a Comissão da Anistia julgará um dos casos mais desconcertantes do ciclo da ditadura militar brasileira: o Cabo Anselmo (veja aqui). José Anselmo dos Santos foi um dos líderes da mobilização dos marinheiros nos anos 60. Em 25 de março de 1964 emprestou sua voz a um dos discursos mais inflamados da crise que levaria ao golpe de 64. Depois tornou-se um traidor convicto; um membro do aparato repressivo que admite ter sido responsável pela prisão ou morte de cerca de 200 militantes políticos, inclusive a morte da própria companheira, Soledad Barrett Viedma -que denunciou ao delegado torturador Sergio Fleury, grávida de sete meses. Soledad seria executada então com mais cinco militantes em Pernambuco, em janeiro de 1973. O braço-auxiliar de Fleury quer agora uma reparação do Estado brasileiro. 

Anselmo reivindica o direito à aposentadoria militar pela Marinha. No momento em que o governo instala uma Comissão da Verdade e algumas vozes na mídia - e na própria comissão - tentam vaporizar a história brasileira, dissolvendo-a em uma fornalha de suposta equivalência entre opressão e resistência nos marcos de uma ditadura militar, esse pode ser um julgamento referencial. 

A Comissão de Anistia tem a responsabilidade de delimitar claramente o campo histórico e dentro dele distinguir as forças que perfilaram como algozes, daquelas que tombaram como vítimas, na resistência à opressão e à injustiça. 

Órgãos de imprensa que cederam viaturas à repressão nos anos de chumbo ecoam a tese da diluição em causa própria. Infelizmente, não foram os únicos a acolchoar a infra-estrutura dentro da qual gritos foram sufocados, corpos foram moídos e a democracia asfixiada. 

Em entrevista ao programa Roda-Viva, da TV Cultura, em outubro de 2011, Anselmo afirmou que não se arrepende de nada. Mas reclamou da situação financeira, só mitigada, disse, pela ajuda que recebe até hoje de um grupo de empresários - solidariedade espontânea ou compra de silêncio de outros elos da mesma engrenagem? 

Não. O algoz permanece até hoje recebendo apoio de empresários que financiaram o golpe.
Os donos da empresas à época podem ter morrido. Mas a linha de atuação destas, continua a mesma.

Acesse o link abaixo e assista a entrevista ao Roda-Viva.
http://www.youtube.com/watch?v=iNf2M8c4gXs&list=PLF0D2EE2C06F1B3CF&feature=plpp_play_all
Fonte: Jornal Local

Mistura fina

1
Estação 512 Norte 
T - Bone

Cultura, ônibus, carne vermelha, frango, lingüiça, açougue, livro e internet.

Em mais uma iniciativa inédita na capital do país, o Açougue Cultural T-Bone em parceria com a Fundação Banco do Brasil e com a Petrobrás, lançou terça-feira (15/5) Projeto Estação Cultural que prevê livros para empréstimos, serviço de internet 24 horas e wi-fi, com capacidade 10 megas em cada módulo, gratuitamente em pontos de ônibus de Brasília.

Tudo começou em 2007,  quando o Açougue Cultural deu início ao Projeto Parada Cultural – Biblioteca Popular com a disponibilização de livros para empréstimos aos usuários do transporte coletivo em alguns pontos de ônibus localizados na avenida W3 Norte, Plano Piloto (Brasília).

Saiba mais aqui. 

Bom final de semana.



Faça Bonito. Faça a sua parte!

4
Hoje, em todo o país serão realizadas ações de mobilização para marcar o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

Este ano, o tema da campanha é “Faça Bonito. Proteja nossas Crianças e Adolescentes”, e tem como símbolo uma flor, que lembra a necessidade da defesa do direito das crianças crescerem de forma saudável e protegida.  

A campanha tem como o objetivo chamar a atenção da sociedade para a necessidade de protegermos crianças e adolescentes contra a violência sexual, crime que alcança 1/3 de todas as denúncias de violações dos direitos desse segmento da população, de acordo com dados do Disque 100.

A mobilização é promovida pelo Comitê Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes e a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República.

Entre as atividades, está prevista a entrega oficial do Prêmio Neide Castanha - Assistente Social, já falecida. Em vida, foi uma das pessoas mais atuantes nesta área, no DF.

Na Esplanada
Será realizado, às 13h, o Show Pela Vida contra Violência, com apresentações culturais de crianças e adolescentes.

O Distrito Federal e Entorno (Goiás, Minas e Bahia) é o primeiro no ranking nacional de crimes dessa natureza.

Estarei lá! Quer dizer: Cá!

O melhor caminho é o da Verdade. Quem se esconde da Verdade, esconde-se de si mesmo!

2
Instalação da Comissão
 “O Brasil merece a verdade, as novas gerações merecem a verdade e, sobretudo, merecem a verdade factual daqueles que perderam amigos e parentes e que continuam sofrendo como se eles morressem de novo e sempre a cada dia.

-É como se disséssemos que, se existem filhos sem pais, se existem pais sem túmulo, se existem túmulos sem corpos, nunca, nunca mesmo, pode existir uma história sem voz. E quem dá voz à história são os homens e as mulheres livres que não têm medo de escrevê-la”.

 “Ao instalar a Comissão da Verdade não nos move o revanchismo, o ódio ou o desejo de reescrever a história de uma forma diferente do que aconteceu, mas nos move a necessidade imperiosa de conhecê-la em sua plenitude, sem ocultamentos, sem camuflagens, sem vetos e sem proibições”.

 “Ao convidar os setes brasileiros que aqui estão e que integrarão a Comissão da Verdade, não fui movida por critérios pessoais nem por avaliações subjetivas. Escolhi um grupo plural de cidadãos, de cidadãs, de reconhecida sabedoria e competência. Sensatos, ponderados, preocupados com a justiça e o equilíbrio e, acima de tudo, capazes de entender a dimensão do trabalho que vão executar. Trabalho que vão executar – faço questão de dizer – com toda a liberdade, sem qualquer interferência do governo, mas com todo apoio que de necessitarem”, disse a presidenta.

 “A nova lei representa um grande aprimoramento institucional para o Brasil, expressão da transparência do Estado, garantia básica de segurança e proteção para o cidadão. Por essa lei, nunca mais os dados relativos à violações de direitos humanos poderão ser reservados, secretos ou ultrassecretos”.

Presidenta Dilma Rousseff durante cerimônia de instalação da Comissão Nacional da Verdade, no Palácio do Planalto.

Brasília, 16.05.12.

Carlos Fuentes: escrever para ser, e acreditar no futuro

1
"Muito mais que um grande escritor, a América perdeu um homem de seu tempo – de seus tempos. Que soube defender suas idéias com tamanha inteireza, com tamanha elegância, com tamanha firmeza, que mesmo os que tantas vezes discordaram dele poucas vezes deixaram de respeitá-lo. Fuentes acreditava no futuro. No futuro da América Latina, no futuro no ser humano. Acreditava que, em algum momento desse nosso eterno recomeçar, nós, da América Latina, deixaríamos de recomeçar e começaríamos de verdade.

Vejo algumas fotos em preto e branco. E me detenho em uma, feita em algum dia incerto da Barcelona daqueles anos 70, mostrando um Vargas Llosa alto e sorridente, um Carlos Fuentes um tanto formal, e um Gabriel García Márquez cabeludo e com bigodes que parecem desenhados a carvão. Fuentes ainda fumava: na mão esquerda, posta fraternalmente sobre o ombro de García Márquez, aparece o cigarro. Ali estão eles: Vargas Llosa aparece à esquerda, Fuentes está no centro, García Márquez à direita. Exatamente o avesso do que a vida reservaria aos três, ou do que os três fariam de suas vidas.

Na foto, os três são jovens, e parecem confiantes, e ocupam o inverso do espaço que o tempo e a realidade se encarregariam de colocar em seus devidos lugares: quem à direita, ao centro, à esquerda. 

Não perca: É só esta semana!

1
Começou ontem a 10ª Semana de Museus em todas as regiões do País

Começou nessa segunda-feira (14), com atividades em todas as regiões do País, a 10ª Semana de Museus. A tradicional temporada de eventos organizada pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), que celebra o Dia Internacional dos Museus (18 de maio), traz, neste ano, o tema “Museus em um mundo em transformação: novos desafios, novas inspirações”. 

Exposições, palestras, oficinas, seminários e ações educativas, entre outras atividades, são algumas das atrações previstas. Serão ao todo 3.420 eventos em 1.114 museus e instituições culturais das 27 unidades da federação. Diversos museus vinculados ao Ibram programaram atividades especiais para a 10ª Semana de Museus. 

As atividades refletem a diversidade cultural brasileira e múltiplos olhares sobre o tema proposto pelo Conselho Internacional de Museus (Icom) para 2012. Iniciativas de museologia social de todo o Brasil também têm diversas atividades programadas.

Confira aqui a programação completa da 10ª Semana de Museus.

Fonte: Ibram.

O diálogo ajuda a resolver problemas, sejam de que ordem for

0
Diálogos com a sociedade
 As recomendações feitas pela sociedade civil serão levadas diretamente aos Chefes de Estados e dos Governos.

O governo brasileiro está organizando, com o apoio das Nações Unidas, os Diálogos para o Desenvolvimento Sustentável, um espaço para a sociedade civil, que terá lugar no Riocentro (RJ), entre 16 e 19 de junho, no contexto da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável - Rio+20

 Todos os debates serão transmitidos ao vivo no website das Nações Unidas. As recomendações que resultarem dos Diálogos serão levadas diretamente aos Chefes de Estado e de Governo presentes na Cúpula. Serão debatidos dez temas, escolhidos de acordo com sua relevância para o aprofundamento da discussão sobre desenvolvimento sustentável. 

 Com o apoio do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), a iniciativa dos Diálogos está sendo lançada por meio de uma plataformadigital em quatro idiomas (português, inglês, francês e espanhol) e com tradução instantânea de comentários para 40 idiomas.

 Como sugestão para formulação do seu diálogo sugiro que veja este vídeo, muito interessante, que me foi enviado por uma leitora/seguidora do Travessia, além de ser uma grande amiga e parceira de sonhos e utopias.


Mãe, que a partir de hoje, a família se transforme...

4
O Amor
Talvez quem sabe um dia
Por uma alameda do zoológico
Ela também chegará
Ela que também amava os animais
Entrará sorridente assim como está
Na foto sobre a mesa
Ela é tão bonita
Ela é tão bonita que na certa
Eles a ressuscitarão
O Século Trinta vencerá
O coração destroçado já
Pelas mesquinharias
Agora vamos alcançar
Tudo o que não podemos amar na vida
Com o estrelar das noites inumeráveis

Uma semana no Museu

3
Conhecendo Museus

Foi lançado na terça-feira (8 de maio), a série Conhecendo Museus, que está sendo exibida na TV Brasil às terças-feiras, às 17h30, com reprises aos sábados, às 15h30.
São 52 programas, de 26 minutos cada, que apresentam os museus brasileiros de forma divertida, a partir do convite de uma câmera de TV para um passeio pela memória nacional.

Produzida a partir da parceria entre o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), a Empresa Brasil de Comunicação (EBC), a TV Escola (MEC) e a Fundação José de Paiva Netto (FJPN), a série foi lançada na quinta-feira (3), em cerimônia realizada no ParlaMundi, em Brasília (Asa Sul).

Na ocasião do lançamento, a ministra da Cultura, Ana de Hollanda, destacou que os museus são fundamentais para que os brasileiros conheçam sua história e cultura, e que a preocupação de se passar uma imagem leve e divertida dos museus pode incentivar o público jovem a conhecê-los.

“Quando a gente pensa em Cultura, pensa em formação de público. Quando o interesse para a arte e a cultura é despertado na infância e adolescência, ele permanece com a pessoa”, disse Ana. 

O primeiro episódio exibido, no dia 8 de maio, foi sobre o Museu do Futebol. Neste dia também foi lançado o site oficial da série, com a programação, novidades e curiosidades sobre os museus e as gravações feitas.

Além da exibição na TV Brasil, a série também será transmitida pela Rede Nacional de Comunicação Pública (RNCP), Boa Vontade TV e Rede Educação e Futuro de Televisão. A partir do segundo semestre de 2012, os documentários serão usados como material de apoio didático pela TV Escola/MEC.

Confira os horários dos primeiros quatro episódios da série Conhecendo Museus:

Qual a diferença entre uma página e um pé, de página

1
A evolução dos escândalos

Entre a manchete e a nota curta, o noticiário sobre o envolvimento de políticos com o crime organizado que tem no comando “empresários” dos jogos de azar leva o leitor atento a se perguntar como certos personagens do rodapé do noticiário policial acabam no alto das páginas dos jornais.

Por tudo que tem sido noticiado sobre o modus operandi do bicheiro conhecido carinhosamente entre seus parceiros de crime como “Carlinhos Cachoeira”, admira o fato de haver se estabelecido e prosperado tão rapidamente, alcançando tantas supostas cabeças coroadas da República, sem que a chamada grande imprensa se desse conta de sua existência.

Há um aspecto claramente rudimentar em tudo isso: o esquema é tão primário e deixa tantas pistas, que admira não ter sido descoberto pela própria imprensa antes dos vazamentos de gravações feitas pela Polícia Federal.

Uma exceção: o jornal O Popular, das Organizações Jaime Câmara, de Goiânia, vem acompanhando a crescente influência de Carlos Cachoeira na política regional desde 2005, e documentou a extensão de suas atividades até o Distrito Federal. Além disso, suas reportagens sobre corrupção e violência policial no estado de Goiás apresentaram muitos indícios de contaminação da política pela mistura entre criminosos e autoridades, a partir da revelação das atividades de um “esquadrão da morte” formado por policiais militares, com óbvio suporte de políticos e representantes da Justiça.

Sem segredo

Então, o problema da miopia estaria localizado principalmente naqueles veículos de circulação nacional, que só enxergam os problemas regionais quando eles passam a afetar o campo central da República.

Siga Bem, Mulher...

0
Caravana Siga Bem percorre, neste mês, as regiões Sudeste, Centro-Oeste e Norte.

Durante o circuito, caminhoneiras e caminhoneiros desenvolvem a ação Siga Bem Mulher. Resultada da parceria da SPM com a Petrobras, iniciativa informa e mobiliza a população sobre a Lei Maria da Penha e divulga a Central de Atendimento à Mulher – Ligue 180

Depois de percorrer os estados do Sul e parte do Sudeste, a 6ª Caravana Siga Bem percorre, em maio, Minas Gerais, Goiás, Tocantins e Pará. Ao longo do circuito, caminhoneiras e caminhoneiros promovem ações de cidadania nas comunidades por onde passam, prestando orientação sobre direitos, cultura e entretenimento. A primeira parada da Caravana Siga Bem aconteceu em Itajaí, Santa Catarina, no mês de abril. Ao todo, serão 17 paradas.

As ações sociais desenvolvidas, ao longo de todo trajeto da Caravana, mobilizam as comunidades estradeiras para a proteção da criança, adolescente e o combate à violência contra as mulheres. São trabalhadas as ações Siga Bem Criança, de combate à exploração sexual de crianças e adolescentes com a divulgação do disque 100 para denúncias, e Siga Bem Mulher, cuja ações de conscientização abordam a prevenção e a eliminação da violência doméstica e familiar contra as mulheres. 

O Siga Bem Mulher é uma ação da Petrobras, desenvolvida em parceria com a Secretaria de Políticas para Mulheres da Presidência da República (SPM-PR) para informar e mobilizar a população sobre a Lei Maria da Penha e divulgar a Central de Atendimento à Mulher – Ligue 180. O Siga Bem Mulher também faz esclarecimentos de como fazer uso dos serviços públicos especializados de atendimento às mulheres em situação de violência.

A Caravana Siga Bem, que se iniciou em abril vai percorrer, em seis meses, 17 mil quilômetros e passará por 18 Estados brasileiros. Desde que foi lançada em 2004, a Caravana Siga Bem já percorreu mais de 137 mil quilômetros, visitou 234 municípios brasileiros e contou com a participação efetiva de cerca de 1,3 milhão de motoristas profissionais.

Fonte: Secretaria de Políticas para as Mulheres – SPM

A hora é agora!

6
Nada a temer, nada a esconder.
Salve-se quem puder e merecer.
Ter uma blog que fale sobre política não é tarefa das mais fácies. Sobretudo quando a maioria dos blogs está voltada para assuntos mais suaves. Não que a política deva ser uma coisa pesada. O que torna a política pesada é a prática de determinados políticos, empresários e lobistas de plantão.

Ter um blog que fale sobre política, sem investimento financeiro, fontes de informação, patrocínio e equipe full time, é não cultivar a ilusão de que o blog será popular e arrebentará a boca do balão!

Não obstante, ter um blog que fale sobre política é gratificante, especialmente se o falante é do gênero feminino, em um universo tão dominado pelo masculino.

Austeridade não é fatalidade

0
Vive la France! Vive le peuple français!

No momento em que discursava, na cidade de Tulle, em Corrêze, onde já foi prefeito, o presidente eleito da França, François Hollande, enviou uma mensagem poderosa a seus compatriotas, mas também a todos os europeus e – em especial – à chanceler alemã Angela Merkel. “Austeridade não pode ser uma fatalidade”, disse ele, diante da catedral de Notre-Dame, de sua cidade. Hollande sabia que falava não apenas para os franceses. “Neste momento, em vários países europeus, muitos estão observando nossa vitória com um olhar de esperança”.

Hollande acreditou sua vitória ao desejo de mudança dos franceses. Aos que não votaram pela esquerda, prometeu reunir a todos para tirar o país da crise. "Nenhum filho da República será deixado de lado ou discriminado”, disse. Reconheceu que os desafios serão grandes, mas que lutará pela a preservação do modelo social, pela reorientação da Europa para o emprego, para o crescimento e pela transição ecológica.

Ao finalizar, Hollande valorizou o significado histórico de sua vitória – a primeira do Partido Socialista em 24 anos – enfatizando a beleza da política. “Eu sou um socialista”, disse Hollande, a plenos pulmões, diante da multidão. Ao fazê-lo, Hollande prestou uma homenagem a todos os humanistas que ajudaram a escrever a história do Partido Socialista.

Na França, a bandeira simboliza os valores da República. O azul da liberdade, o branco da igualdade e o vermelho da fraternidade. 
Neste domingo, 6 de maio, os franceses votaram por um país mais fraterno.

Fonte: Roberta Namour, correspondente do 247 em Paris.

Metades por inteiro

3
Metade

Reservei o espaço
Separei em partes iguais
de forma a acomodar
Teu corpo cansado

Revesti de cheiro fresco
e com as cores do amor
Talvez nem percebas
-não tem importância

Só então,
Te recebi à porta
Te dei meu sorriso, e colhi o teu
E te acolhi em minha cama
Mas não pela Metade

Beth Muniz

Bom domingo!

O que eles tem contra a educação e o Brasil?

0
Pleno do STF
O mês de abril de 2012 ficará para a história.
E maio também.

Abril começou com a aprovação por oito votos a dois, no dia 12, no Supremo Tribunal Federal (STF) do aborto para fetos anencefálicos, aqueles bebês que nascem sem cérebro formado e não sobrevivem mais do que 48 horas.

Fechou no dia 26, com a consagração unânime, 10 votos a zero, de cotas raciais nas universidades públicas de um país onde 51% dos brasileiros são negros ou mestiços e só 2% deles tem acesso ao ensino superior.

Ontem (03/05) o Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF), por maioria de votos, julgou improcedente o pedido feito na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 3330, ajuizada pela Confederação Nacional dos Estabelecimentos de Ensino (Confenen) em parceria com o partido político Democratas/DEM - ADI 3314.

A confederação e o DEM questionavam a Medida Provisória nº 213/04, convertida na Lei nº 11.096/2005, que instituiu o Programa Universidade para Todos (ProUni) e passou a regular a atuação de entidades de assistência social no ensino superior, que se constituíam em um fértil terreno para fraudes e desvios das verbas publicas repassadas.

Shakespeare. Mas não pela metade!

2
Ser ou não ser, eis a questão

A frase é famosa, todos a repetem, mas poucos conhecem o pensamento inteiro. O trecho completo da peça é...

“Ser ou não ser, eis a questão. Será mais nobre para nossa alma suportar as pedradas e flechadas do feroz destino ou usar nossas armas para lutar contra um mar de provações, combatendo-o até o fim?”.

Podemos usar a frase por inteiro, à vontade, e em qualquer situação.
Mas, não devemos nos esquecer que as escolhas, em qualquer nível, dimensão e situação, pertence a cada um.

Eis a grande questão!

O Encontro será em Salvador

3
Nos dias 25, 26 e 27 de maio.

O III Encontro Nacional de Blogueir@s está confirmado para Salvador, Bahia, nos dias 25, 26 e 27 de maio. O evento deve reunir cerca de 500 ativistas digitais de todo o país.
A comissão nacional organizadora do BlogProg garantirá alojamento e refeição para todos os participantes. A inscrição para encontro vai até o dia 11 de maio. O valor é de R$ 60,00 para os ciberativistas e de R$ 30,00 para estudantes.

A programação foi definida na reunião da comissão nacional no dia 24 de março, e III BlogProg dará maior espaço para as oficinas autogestionadas – os interessados devem apresentar sugestões de temas e de debatedores até 4 de maio, e ficarão responsáveis pela iniciativa. Também haverá maior espaço para reuniões em grupo com o objetivo de intercambiar experiências, fazer o balanço das atividades no último período e traçar os próximos passos da blogosfera.

A programação contará com as presenças de:
– Michel Moore (diretor de cinema e escritor dos Estados Unidos).
- Franklin Martins – ex-secretário da Secretária de Comunicação da Presidência da República.
- Emiliano José – integrante da Frente Parlamentar pelo Direito à Comunicação e pela Liberdade de Expressão.
- Gilberto Gil – ex-ministro da Cultura.
- Barbara Lopes – do movimento blogueiras feministas.
- Ignácio Ramonet – criador do Le Monde Diplomatique e autor do livro “A explosão do jornalismo”.
- Amy Goodman – fundadora do movimento Democracy Now e ativista do Ocupe Wall Street.
- Osvaldo Leon – Diretor da Agência Latino-Americana de Informação (Alai).

Quer saber mais? Acesse:

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar