Menu Principal

Vozes da noite

3
No amanhecer do dia 15 de março do ano 44 a.C., Culpúria despertou chorando.

Ela havia sonhado que o marido, crivado de punhaladas, agonizava em seus braços.

E Culpúria contou o sonho para o marido, e chorando rogou que ficasse em casa, porque lá fora o cemitério esperava por ele.

Mas o pontífice máximo, o ditador vitalício, o guerreiro divino, o deus invicto, não podia dar importância ao sonho de uma mulher.

Júlio César afastou-a com um empurrão, e rumo ao Senado de Roma caminhou com a morte.

(Eduardo Galeano, Os Filhos dos Dias)


3 comentários:

Assim ele quiz, e não poderia dizer que não foi avisado...abraços amiga....fuiiii

É curioso como não se dá a devida atenção aqueles que nos amam, pois bastaria ouvir a voz do coração e deixar de ser orgulhoso e arrogante por alguns minutos e talvez a tragédia pudesse ter sido evitada.

Mas sabemos que o que Deus escreve, se realiza...

E mudaria o curso da história... rsrs
Oi Igor,
Obrigada pela travessia e comentário.
Tudo de bom.
Um abraço.

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar