Menu Principal

Enquanto a noite durar

4
Noel em Vila Isabel
Em maio de 1937 morreu, aos vinte e seis anos, Noel Rosa.

Esse músico da noite do Rio de Janeiro, que em vida só conheceu a praia por fotografias, escreveu e cantou sambas nos bares da cidade, que os canta hoje.

Numa desses bares um amigo o encontrou, na noturna hora das dez da manhã.

Noel cantarolava uma canção recém-parida.

Na mesa havia duas garrafas. Uma de cerveja e outra de cachaça.

O amigo sabia que a tuberculose estava matando Noel Rosa. Noel adivinhou a preocupação em seu rosto, e sentiu-se obrigado a dar uma lição sobre as propriedades nutritivas da cerveja.

-Isso aqui alimenta mais que um prato de boa comida.

O amigo não muito convencido apontou para a garrafa de aguardente:

-E isso aqui?

E Noel explicou:

-É que não tem a menos graça comer sem ter uma coisinha para acompanhar.

(Os Filhos dos Dias)

4 comentários:

Olá Beth eu não conhecia e nem ouvir falar nessa figura. Vc tem alguma biografia dele?
Abrçs

Oi Filipe,
Noel Rosa, um dos mais importantes compositor da MPB, especialmente do samba carioca, ainda hoje é gravado por inúmeros cantores (as).
Talvez você conheça alguma música dele, apenas não faça a relação da música com o compositor.
Fiquei feliz com o seu interesse.
Te agradeço pela travessia e por estar seguindo o blog.
Conheça mais sobre o Noel: http://pt.wikipedia.org/wiki/Noel_Rosa
http://www.letras.com.br/#!noel-rosa/vem-chegando-a-madrugada

Um agrande abraço.
Tudo de bom.

Olá Beth.
Estarei sim conhecendo.
Obrigado pela informação.

Olá Beth! você é um gênio na escolha de artigos tão maravilhosos como este.
Parabens, seu blog é um exemplo de blog. Bjs. no seu coração

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar