Menu Principal

O Cruzeiro do Sul e as Luzes do Bem

1
Do conhecimento e reconhecimento, 

Do elo perdido. 

Na noite de quatro de julho de 1799, Alexander von Humboldt e Aimé Bonpland descobriram o Cruzeiro do Sul.

Eles vinham navegando, através do mar imenso, quando foram saudados por essas estrelas que nunca tinham visto.
O Cruzeiro do Sul estava anunciando o caminho da América.

Humboldt e Bonpland não vinham para conquistar. Vinham para dar. E muito nos deram, esses cientistas aventureiros, que nos ajudaram a nos conhecer e a nos reconhecer.
 
Anos depois, ao fim da viagem pelos profundos da terra americana, Humboldt voltou para a Europa.
Aimé, dom Amado, preferiu ficar nesta terra que já era dele.

Até o fim de seus dias, dom Amado coletou e classificou milhares de plantas ignoradas, e resgatou perdidas ervas medicinais da tradição indígena, fundou farmácias verdes gratuitas para todos, arou, semeou, colheu, criou filhos e galinhas, aprendeu e ensinou, sofreu prisão e praticou o amor ao próximo – começando pelas próximas.

(Os Filhos dos Dias).

*****
Dedico este texto à amiga Flavia, do blogue Luzes do Bem, por me apresentar a história da "Análise das Coisas".

Obrigada Flavia.

1 Comentário:

Doce amiga,suas palavras de carinho confortam, abençoam e eu agradeço! gestos falam tanto ao coração..e nestes momentos, dificil encontrar as palavras certas, a tenho no coração! Que Deus ilumine teus passos sempre e te retribua a generosidade que lhe é caraterística nobre! Felizes os que tem amigos, os que tem pessoas especiais e possibilidades de trocas neste nosso eterno aprender que é a vida! Obrigada Beth! emocionada! Bjs e luz, Flavia

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar