Menu Principal

As pedras pisadas do cais

0
No dia de amanhã, em 1910, acabou a rebelião da marujada brasileira.

Os sublevados haviam ameaçado, disparando seus canhões em tiros de advertência, a cidade do Rio de Janeiro:

-Basta de chibata, ou vamos fazer a cidade virar pó.

A bordo de seus navios de guerra, as chibatadas eram hábito, e com freqüência os castigados morriam.

E depois de cinco dias o motim triunfou, e as chibatas foram jogadas no fundo das águas, e os parias do mar desfilaram, aclamados, pelas ruas do Rio.

Um tempo depois, o chefe da insurreição, João Cândido, filho de escravos, almirante por decisão dos sublevados, tornou a ser marinheiro raso.

-E um tempo depois, foi expulso.
-E um tempo depois, foi preso.
-E um tempo depois, foi trancado em um manicômio.

Ele tem seu monumento, diz a canção de João Bosco, nas pedras pisadas do cais.

Deixe um Comentário

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar