Menu Principal

Deu chabu o livro bomba de “Tuminha”, o dimenor

1
É dura a vida de mentiroso.

Na verdade, o livro, sim, é uma tentativa de chacinar reputações.

O senador tucano Álvaro Dias já se preparava para armar um carnaval no Senado com a convocação do delegado Romeu Tuma Júnior, promovido de amigo de contrabandista para varão de Plutarco pela revista Veja. Mas, deu chabu. No tal livro bomba ele acusa Lula e seu governo de armar dossiês para “assassinar reputações”.

Veja este trecho, onde a revista e ele dizem que Lula era “informante do DOPS”:

-O senhor afirma no livro que o ex-presidente Lula foi informante da ditadura. É uma acusação muito grave.

Tuminha: Não considero uma acusação. Quero deixar isso bem claro. O que conto no livro é o que vivi no Dops. Eu era investigador subordinado ao meu pai e vivi tudo isso. Eu e o Lula vivemos juntos esse momento. Ninguém me contou. Eu vi o Lula dormir no sofá da sala do meu pai. Presenciei tudo.

-Delegado Romeu Tuma, repare bem. É que alguém do site Brasil 247 pegou um lápis, fez a conta e concluiu o seguinte: Lula foi preso no dia 19 de abril de 1980 e solto no dia 20 de maio do mesmo ano.

-E “Tuminha”, nasceu no dia 3 de outubro de 1963. Tinha, portanto, 16 anos e seis meses de idade quando Lula foi preso. Como podia trabalhar de ”investigador subordinado” do Tumão?

-Tuminha era “dimenor”…

Ou tirava onda de X-9 imberbe na delegacia?

1 Comentário:

Mas, que coisa hem? esse dimenor parece que não sabe fazer contas! Acho que nosso ouvido não é p.....co

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar