Menu Principal

Navegações

1
Era chamada de Mulata de Córdoba, não se sabe por quê.

Mulata era, mas havia nascido no porto de Veracruz, e lá vivia desde sempre.

Dizia-se que era feiticeira. 

Lá pelo ano de 1600 e qualquer coisa, o toque de suas mãos curava os enfermos e enlouquecia os são.

Suspeitando que o demônio a habitasse, a Santa Inquisição trancou-a na fortaleza de San Juan de Ulúa.

Em sua cela, ela encontrou um carvão, que algum fogo antigo havia deixado lá.

Com esse carvão se pôs a rabiscar a parede; e sua mão desenhou, sem querer querendo, um barco.

E o barco se soltou da parede e o mar aberto levou a prisioneira...

No dia 23 de setembro daquele ano.

*****
Os Filhos dos Dias.

A cada dia, um filho (a) contando a sua história.

Muitas...

1 Comentário:

De volta, de novo...
Abraços por sempre está nas minhas aparições espontâneas lá no Feed.
Atualizaremos as nossas leituras em breve.
Abraço

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar