Menu Principal

Insulto à memória

0
Holandês devolve medalha a Israel

Setenta e um anos depois de ter salvo uma criança judia do campo de concentração, seis familiares do veterano holandês, com 91 anos, morreram nos bombardeios de Gaza. “Conservar esse título seria um insulto”.

O holandês Henk Zanoli devolveu um título honorífico que recebera de Israel por ter escondido durante um ano uma criança judia cujos pais haviam sido mandados para um campo de concentração. O gesto foi um protesto contra os bombardeios em Gaza, que causaram a morte de seis familiares seus no dia 20 de julho deste ano. 

As vítimas eram todas familiares do economista Isma’il Ziadah, casado com a diplomata holandesa Angelique Eijpe, sobrinha neta de Zanoli.

“Insulto à memória”

Numa carta enviada ao embaixador de Israel na Holanda, Haim Davon, o veterano holandês justificou o gesto explicando que “conservar este título suporia para mim um insulto à memória da minha valente mãe que arriscou a sua vida e a dos seus filhos a lutar contra a opressão e pela preservação da vida humana”.

A mãe de Henk Zanoli recebera o mesmo título postumamente. A decisão de esconder a criança era particularmente arriscada, porque a família Zanoli tinha-se oposto publicamente à ocupação nazista e o pai de Henk fora preso e levado para o campo de extermínio de Dachau. Mais tarde, morreria no de Mathausen.

*****
Fonte: Revista Fórum

Deixe um Comentário

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar