Menu Principal

Marina e a providência divina

4
Invocar Deus na política é um perigo.

Veja Marina.

Atribuir à providência divina não ter subido no avião que matou Eduardo Campos foi uma frase de extrema infelicidade.

Deus a preferiu a Eduardo Campos?

Se Deus a salvou, matou Campos e as demais vítimas do acidente?

Se você se acha beneficiário da providência divina numa tragédia, se coloca numa posição superior à das vítimas.

É como se dissesse: Deus gosta mais de mim.

A fé, nestes casos, se torna uma manifestação de arrogância e soberba.

Marina escapou da morte por uma coisa bem mais simples: sorte.

Uma tremenda duma sorte.

Paulo Nogueira/DCM.

4 comentários:

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

Senhor/a, anônimo,
Eu não publico cometários de quem não se identifica.
Quem se esconde, esconde alguma coisa.
No mais, pense o que quiser.

Nunca pensei que fosse parafrasear a frase da infeliz senhora Regina Duarte, mas vou...medo dessa senhora chamada Marina Silva. Muito medo! E mais medo ainda de todo esse ôba-ôba em cima dela,
que me cheira a uma classe média bem reaça. de toda forma, seja quem for o eleito, terá que fazer acordos com o PMDB, a base da corrupção nesse país.
não tem como não governar sem fazer acordos com eles. abs e curtindo seu blog, parabéns!

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar