Menu Principal

Maracatu recebe título de patrimônio cultural

3
O maracatu, uma das mais significantes manifestações populares de Pernambuco, recebeu na quarta-feira (3), o título de Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil.

O reconhecimento foi feito pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e é válido para as variações do maracatu, o chamado Nação ou de Baque Virado, e para o Rural.

O Iphan também também concedeu o mesmo título e reconhecimento ao cavalo-marinho, outra manifestação popular praticada no Estado

O maracatu de Baque Virado ou Nação é marcado por um conjunto de percussão que segue um cortejo real – formado por reis, rainhas, representações de orixá e baianas, entre outros personagens, durante o Carnaval.

O maracatu baque solto ocorre durante as comemorações do carnaval e da Páscoa. É composto por dança, música e poesia e está associado ao ciclo canavieiro da Zona da Mata (faixa litorânea da Região Nordeste que se estende do Rio Grande do Norte até a Bahia, passando pelos estados da Paraíba, de Pernambuco, de Alagoas e de Sergipe) e também tem apresentações no Recife. Diferente do maracatu nação, o baque solto é um resultado da fusão de manifestações populares combinadas: bumba-meu-boi, cavalo marinho e coroação dos reis negros.

O cavalo marinho é uma brincadeira popular envolvendo performances dramáticas, musicais e coreográficas e é apresentado durante o ciclo natalino. Os brincadores são, em geral, trabalhadores da Zona da Mata. A manifestação aparece também nas regiões metropolitanas do Recife e de João Pessoa. No passado, a brincadeira era feita nos engenhos de cana-de-açúcar e seu conhecimento é transmitido de forma oral. Nesta modalidade, são representadas cenas do cotidiano e do mundo do trabalho rural, com variado repertório musical, poesia, rituais e danças com personagens mascarados e animais, como o cavalo.

O maracatu Rural, tradicionalmente brincado pelos homens do campo, mais comumente entre os canavieiros da Zona da Mata, é caracterizado pelos chamados caboclos, cobertos por mantos coloridos e ricamente ornados, além de relhos, chapéus e chocalhos.

*****
Fonte: EBC

3 comentários:

Bom dia BETH.
Sobre o maracatu conheço o que presenciei em Recife e Olinda, mas sempre apreciei este ritmo.
Agora que finalmente virou patrimônio cultural espero que seja divulgado no exterior como merece e com a dignidade que o povo faz esta apresentação, pois fico triste quando falam do Samba e logo vem à mente mulata.
Como se o samba fosse apenas para mulher desfilar por ai pelada e fazer sexo fácil no Brasil.Fico muito feliz de saber que estar sendo reconhecido o valor da tradição de um povo que luta para se apresentar dignamente os seus costumes.
Desejando uma ótima sexta feira
Abraços sempre.
ClaraSol

Eu jurava que todas essas manifestações populares já possuíam o titulo devido.
Em cada região deveria ser obrigatório os alunos aprenderem e praticarem na escola as tradições de seu estado, assim seria dado a devido valor e não se perderia tanta riqueza cultural.
Mas o que vejo é escolas ensinando e ate representando festas de outros países, como o tal Halloween.
Mas um dia acredito que chegamos lá rsrs
Beijão Beth.

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar