Menu Principal

Mulheres Extraordinárias - IV

0
Pagú.

Uma brasileira à frente do seu tempo.

(1866 - 1912)

Pagú, ou Patrícia Rehder Galvão, poetisa brasileira nascida em 9 de junho de 1910, foi a primeira mulher a ser presa política no Brasil do século XX, por ter apoiado uma greve de estivadores em Santos/São Paulo, em 1931.

Presa novamente por ter participado do levante, frustrado, de 1935.

Tornou-se militante do Partido Comunista até se incompatibilizar definitivamente com a linha stalinista da direção do PCB, em 1940, mesmo ano que saiu da prisão.

“Esse crime, o crime sagrado de ser divergente, nós cometeremos sempre”.

*****

Para ela, Rita Lee fez canção abaixo.

"Nem toda feiticeira é corcunda
Nem toda brasileira é bunda
Meu peito não é de silicone
Sou mais macho que muito homem
Ratatá! Ratatatá
Hiii! Ratatá
Taratá! Taratá!"


Leia aqui a idéia desta série.

Deixe um Comentário

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar