Menu Principal

50 Vozes Contra a Homofobia reúne retratos de personalidades com frases contra o preconceito

1
Prefeitura de São Paulo traz exposição contra homofobia.

Laerte, Marília Gabriela, Deborah Secco, Alexandre Borges, o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, entre outras figuras públicas ergueram suas vozes contra a homofobia. Suas fotos acompanhadas de palavras e frases compõem a exposição A Homofobia É... 

A exposição promovida pelo site iGay, com fotos de André Giorgi, reúne 50 retratos que têm o intuito de desmoralizar e combater este preconceito.

A homofobia é “ignorância”, “incompreensível”, “covarde”, “demodê”, “arrepiante”, “o fim do mundo”, “estupidez”, “burra”, “coisa de imbecil”... Mas “infelizmente uma realidade”. 

Atores, cantores, apresentadores, jornalistas, escritores e políticos foram fotografados exibindo frases como estas, sobre o que pensam do preconceito homofóbico.

Fotografado junto à palavra 'obscurantismo', Haddad declarou que a cidade precisa se abrir às diferenças. “Eu escolhi a palavra obscurantismo porque considero a homofobia uma coisa meio sombria, que tem de ser afastada do nosso convívio em proveito de uma cidade mais aberta, mais generosa em que conviva a paz com a diferença. É o que todos nós queremos. Ninguém pode ser discriminado por razões de raça, gênero, cor ou orientação sexual no Brasil”, declarou o prefeito durante o evento de lançamento da exposição, na última segunda-feira (30).

No dia 10 de abril, a mostra será levada para o Conjunto Nacional, na Avenida Paulista, onde fica em cartaz até 27 abril. No dia 11 deste mês, o iGay deve lançar uma campanha online contra a homofobia.

Para participar desta ação, basta escolher uma palavra ou a ideia que melhor complete a frase "A Homofobia é...", depois publicar uma foto sua com a palavra nas redes sociais utilizando a hashtag #ahomofobiaé. As imagens serão publicadas pelo site iGay.

*****
Quando: até 9 de abril
Onde: Prefeitura de São Paulo
Viaduto do Chá, 15
*****
Quando: de 10 a 27 de abril
Onde: Conjunto Nacional
Avenida Paulista, 2073, térreo
Quanto: grátis.

1 Comentário:

Olá,
Ótima postagem, Beth.
Temos sempre que respeitar as pessoas, sem se importar com o sexo, cor ou preferência sexual. Se houver respeito não haverá homofobia.
Bjo

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar