Menu Principal

As Travessias de Brant, na música e na vida

0
"A lembrança que eu tenho do Fernando é a lembrança de toda a minha vida".
(Milton Nascimento).

*****

O músico e compositor Fernando Brant, um dos principais nomes do chamado Clube da Esquina, morreu na noite do dia 12, em Belo Horizonte, aos 68 anos de idade, por complicações após uma cirurgia no fígado. 

Em parceria com Milton Nascimento, Brant assina uma das canções mais conhecidas da música brasileira, Travessia, lançada em 1967, que eu escolhi para ser título deste blogue. 

Ele também é responsável por outros clássicos, como Canção da América, Nos Bailes da Vida e Maria, Maria.

Sobre Brant, Milton Nascimento falou: "Ele fez parte da coisa maior da minha vida, que é amizade.  A gente compartilhava o que aparecia nas nossas vidas”. "A lembrança que eu tenho do Fernando é a lembrança de toda a minha vida."

Lô Borges, outro parceiro, escreveu em seu perfil em uma rede social: "Fernando Brant, um dos intelectuais mais brilhantes e fundamentais do Brasil, partiu em seu voo pássaro. Amigo, parceiro, grande e inspirado letrista, escritor e jornalista, Fernando escreveu pérolas que ficarão gravadas no inconsciente coletivo por toda eternidade. Saudades".

A presidenta Dilma Rousseff divulgou nota afirmando que o país perdeu um dos seus grandes talentos e um dos mais extraordinários letristas.  "Quero deixar meus sentimentos aos familiares, amigos e fãs da música e da poesia de Fernando Brant, lembrando um dos seus mais conhecidos versos: 

‘Com a roupa encharcada e a alma/ Repleta de chão/ Todo artista tem de ir aonde o povo está’. Fernando cantou a nossa geração, o nosso povo e os nossos sonhos, declarou.

Deixe um Comentário

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar