Menu Principal

Dois anos sem Gabo

0
“Os poetas não morrem, poetizam-se…“

(Marv@da C@rne)

*****

Gabriel Garcia Marquez:

- “Não sinto nada mais ou menos, ou eu gosto ou não gosto. Não sei sentir em doses homeopáticas.

- Preciso e gosto de intensidade, mesmo que ela seja ilusória e se não for assim, prefiro que não seja.

- Não me apetece viver histórias medíocres, paixões não correspondidas e pessoas água com açúcar.

- Não sei brincar e ser café com leite. Só quero na minha vida gente que transpire adrenalina de alguma forma, que tenha coragem suficiente pra me dizer o que sente antes, durante e depois ou que invente boas estórias caso não possa vivê-las.

- Porque eu acho sempre muitas coisas – porque tenho uma mente fértil e delirante – e porque posso achar errado – e ter que me desculpar – e detesto pedir desculpas embora o faça sem dificuldade se me provarem que eu estraguei tudo achando o que não devia.

- Quero grandes histórias e estórias; quero o amor e o ódio; quero o mais, o demais ou o nada.

- Não me importa o que é de verdade ou o que é mentira, mas tem que me convencer, extrair o máximo do meu prazer e me fazer crêr que é para sempre quando eu digo convicto que “nada é para sempre.”

*****
Fonte: Diálogos do Sul

Deixe um Comentário

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar