Menu Principal

Duzentas e cinquenta chibatadas. Nenhuma a mais, nenhuma a menos!

0
As últimas, deferidas sobre retalhos de carne em um homem inconsciente, no caso um negro de nome Marcelino, embarcado no encouraçado Minas Gerais.

Apesar da escravidão ter sido abolida há mais de duas décadas no Brasil, a cena era comum, pois assim se punia na Marinha. A partir daquele 22 de novembro de 1910, porém, gritou-se um basta.

Liderados por João Cândido, os marinheiros se amotinaram. No final da tarde, eles tomaram de assalto os principais navios de guerra brasileira e ameaçar bombardear o Rio de Janeiro caso o tratamento não fosse humanizado, extinguindo-se a prática do açoitamento. A chamada Revolta da Chibata eternizou a história de João Cândido, o Almirante Negro. E a sua luta por dignidade foi eternizada até em letra de uma das mais belas músicas nacionais, de Aldir Blanc e João Bosco.

- O Comandante Negro nasceu em 24.06.1880, no Rio Grande do Sul.
- Partiu no dia 06.12.1969, na Baixada Fluminense, Rio de Janeiro.







Deixe um Comentário

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar