Menu Principal

Frágil e franzina...

0

Franzina sim. 
Frágil não!
Que não se iludam os que gostam de exercitar a força física de forma errada.
Talvez seja esta a primeira impressão que se tenha quando vemos pela primeira vez a Iriny. 
Foi assim comigo, quando a conheci por força do trabalho.
Uma mulher de gestos simples, mas firmes. 
A fala mansa e pausada, não deixa uma única dúvida sobre o que pretende do seu (a) interlocutor. 
À época a Iriny Lopes era a Presidente da Comissão dos Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados (CDHM),
A conheci exatamente nos dia dos preparativos do IV Seminário Internacional sobre os Direitos Humanos, aqui em Brasília, em novembro de 2.010, em que participei pelo Ministério do Planejamento.

Reeleita, Iriny Lopes foi à escolhida pela presidente Dilma para ocupar a cadeira de ministra-chefe da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SPM), uma das mais importantes criadas no governo Lula, em minha opinião.

É engenheira de formação e tem uma longa militância nas áreas dos Direitos Humanos, Habitação e Meio Ambiente.

Aos 19 anos iniciou sua militância no movimento popular, junto com os moradores da região de Paul e São Torquato, no Espírito Santo (ES), que se mobilizavam contra a poluição por pó de minério. Ela se integrou também à luta por transporte público e nas manifestações de mulheres contra a carestia e o direito à água.

Ajudou a fundar a Cooperativa de Engenheiros do ES, que depois desenvolveu um programa habitacional na região de São Pedro –  na época, uma das mais carentes de Vitória. A mobilização em prol de moradia resultou na Articulação Nacional de Solo Urbano (Ansur).

A Ansur teve importante papel na reforma urbana na capital capixaba e colaborou na elaboração do capítulo sobre o tema na Constituinte de 1988.

Eleita deputada federal em 2002, e reeleita em 2006 e 2.010, Iriny não deixará a capital federal. Apenas mudará de endereço.

Nós mulheres e homens de bem desse nosso imenso Brasil agradecemos.
Afinal, a Secretaria estará em boas mãos, e continuará a avançar na política nacional de combate à violência contra as mulheres, e ganhou sem sobras de dúvidas, uma face mais popular e menos academicista.

A transmissão do cargo será daqui a pouco no Pavilhão das Metas, Via N1 Leste s/n - Zona Cívico Administrativa.
E eu, é claro, estou inda para lá.

Deixe um Comentário

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar