Menu Principal

Ousadia & Verdade

0
"O nobre leitor tem em mãos a cartilha "CPI da Previdência: Ousadia e Verdade".

Aque está, resumidamente, o resultado dos trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito que investigou as contas da Previdência Social brasileira.

Entre abril e outubro de 2017, foram realizadas 31 audiências públicas e ouvidos 144 especialistas ente auditores, professores, juristas, sindicalistas, empresários, senadores e deputados.

Por estas poucas mas preciosas páginas, vamos compreender o que está por trás da reforma da Previdência do governo Michel Temer e sua intenção de privatizar o sistema. A CPI mostrou a verdade, que por décadas, esconderam dos brasileiros.

A Previdência é superavitária e o discurso que afirma que ela está quebrada e que em pouco tempo não haverá dinheiro para pagar aposentados e pensionistas não passa de uma grande mentira. A CPI constatou que o problema é de gestão e de administração.

O relatório completo da CPI, aprovado por unanimidade na Comissão, pode ser acessado pelo site http://bit.ly.

Presidente da CPI da Previdência

*****

Acesse AQUI o documento e saiba mais sobre os números da Previdência Social no Brasil.



# SeVotarNãoVolta

0
Reforma da Previdência:  O governo só tem 35 votos.

Campanha mostra que 204 deputados são contra a PEC 287/16 e que a maioria ainda está indecisa. Acesse o site e ajude o seu parlamentar a votar contra a reforma!

Pesquisa do Sindilegis (SeVotarNãoVolta), pelo site o site www.sevotarnaovolta.com.br,  constatou que, entre os 513 deputados federais, declaradamente, somente 35 são a favor das mudanças nas aposentadorias e pensões; 205 são contra; e 273 estão indecisos

*****

As entidades do Fórum Nacional das Carreiras de Estado (Fonacate), em torno de preparativos para barrar a votação da proposta (PEC 287/2016) de reforma da Previdência. Pesquisa do Sindicato dos Servidores do Poder Legislativo Federal e do Tribunal de Contas da União (Sindilegis, #SeVotarNãoVolta) constatou que, entre os 513 deputados federais, declaradamente, somente 35 são a favor das mudanças nas aposentadorias; 205 são contra; e 273 estão indecisos. “Não sabemos se o Executivo tem alguma arma secreta com banqueiros e empresários. Na prática, ele será derrotado”, explicou Petrus Elesbão, presidente do Sindilegis.

O hotsite traz um levantamento exclusivo, completo e atualizado, elaborado pela equipe de Comunicação do Sindilegis, com o posicionamento dos deputados com relação ao atual texto da reforma da Previdência, em tramitação na Câmara dos Deputados.

De acordo com a pesquisa, realizada entre dezembro de 2017 e janeiro deste ano, do total de deputados em exercício na Câmara, 204 parlamentares disseram ser contra a PEC 287 e 34 são favoráveis ao texto. Outros 275 parlamentares ainda não têm uma posição definida com relação à reforma ou não quiseram se manifestar. 

O levantamento também traz a lista de deputados organizada por estados para que as pessoas possam consultar com mais facilidade a posição dos parlamentares em que votaram nas últimas eleições.

Participe!

A hora do Asfralto da minha desilusão

0
Meus ouvidos custaram a identificar o significado da palavra Asfralto pronunciada por uma senhorinha. Senhorinha por sinal, muito elegante e bem articulada nas palavras, que falava ao telefone com uma amiga no ponto de ônibus, enquanto esperava o buzão para o Sol Nascente e/ou Pôr do Sol, Cidades do Distrito Federal.

Pôr do Sol e Sol Nascente são a mais nova marca do abandono das pessoas no DF. Marca aliás, Internacional. Estão à frente da famosa Rocinha, no Rio de Janeiro, que conta com 69.161 habitantes. De acordo com as informações do governo local, as duas favelas juntas somam mais de 120 mil habitantes. Isso tudo bem pertinho do Palácio do Jaburu onde se negociam desde 2014, malas de dinheiro e compras de votos para a permanência no Poder.

Voltemos a nossa personagem:

- Tu ainda num conseguiu ???? Tu é muito mole ... Minha fia, este é o ano pra conseguir. Chama o povo. Todo mundo tem que colaborar. Junta um daqui, outro dali, e nóis consegui... O que num pode é ficá parado e sem fazê nada... -  dava ênfase ao “ficá parado”.  Se nóis num consegui agora, num consegue mais! A hora de consegui o asfralto é agora. Eles tão cum medo de não eleger...

Não entendi nada: eleger quem? Não seria (eles) se reelegerem?! Sim era disso que a senhorinha falava: A hora é agora, em 2018, já que os políticos estão com medo de não se reelegerem.

- Vou tê que desligar. O ônibus ta vindo. Se não pegar esse nem sei que hora o outro vai vim. Tô indo. Quando chegar nóis conversa...

A senhorinha subiu no ônibus, certamente pensando em como conseguir o asfralto.  Eu fiquei pensando: será mesmo que 2018 está nos trazendo ventos de mudança na política tradicional e no comportamento dos eleitores? Por mais que eu guarde dentro de mim um lote de esperança, a senhorinha aponta para um outro rumo...  O da minha desesperança.

Enquanto ela sonha com a sua rua asfaltada, eu sonho com um mundo pavimentado de boas práticas políticas por parte dos que compram e dos que vendem. 

Mas, que sou eu para condenar os miseráveis que são abandonados e se deixam abandonar pelo atalho do asfralto.

O caminho da consciência crítica é mais árduo e mais longo...


WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar