Menu Principal

“Terra, teto e trabalho. É estranho, mas se falar disto, para alguns parece que o Papa é comunista”, começou por referir, antes de recordar que “o amor pelos pobres está no centro do Evangelho”.

*****

O Papa Francisco apelou à defesa dos direitos dos trabalhadores e das suas famílias, durante um encontro com os participantes no primeiro encontro mundial de Movimentos Populares.

“Digamos juntos, de coração: nenhuma família sem casa, nenhum camponês sem terra, nenhum trabalhador sem direitos, nenhuma pessoa sem a dignidade que o trabalho dá”, declarou, perante trabalhadores precários e da economia informal, migrantes, indígenas, sem-terra e pessoas que perderam a sua habitação.

“Não existe pior pobreza material do que aquela que não permite ganhar o pão e priva da dignidade do trabalho. O desemprego juvenil, a informalidade e a falta de direitos laborais não são inevitáveis, são o resultado de opção social prévia, de um sistema econômico que coloca os lucros acima do homem”, defendeu o Papa.

A intervenção alertou para o “escândalo da fome” e as consequências da “cultura do descartável”, condenando os “eufemismos” que se utilizam para falar do “mundo das injustiças”.

“Este sistema já não se consegue aguentar. Temos de mudá-lo, temos de voltar a levar a dignidade humana para o centro: que sobre esse pilar se construam as estruturas sociais alternativas de que precisamos”, explicou.

A mulher vulgar

1
Por que me orgulho de ser uma mulher vulgar.

“Vulgar: De procedência ruim; de natureza baixa; grosseiro, rude.” Quando empregado como adjetivo para uma mulher, vulgar é aquela despudorada, sem o comportamento requintado de uma dama e que exibe sua sexualidade.

*****

Na infância, a mulher vulgar era algo completamente definido para mim: a mulher de roupas curtas, de batom vermelho, de gargalhadas altas, dada a um comportamento sensual e indiscreto. Era – embora eu ainda não compreendesse – a mulher livre. E é exatamente esta mulher que o moralismo sempre denominou vulgar: a mulher que não se apega às amarras que o pudor lhe impõe.

O mito da mulher vulgar não é apenas proveniente da mais lastimável ignorância: é cruel. A vulgaridade – enquanto adjetivo pejorativo – é uma espécie de condenação social generalizada à mulher que se assume dona de si. À mulher que se nega ao pudor e à hipocrisia. Por isso mesmo, e não por acaso, é tão incomum ouvirmos falar em “homens vulgares”. Aos homens, damos o direito à promiscuidade, ao despudor, ao que é imoral. Para a mulher, isto é chulo, pobre, desprezível.
Imagem: UNICEF
É o que revela o UNICEF.

A pobreza infantil aumentou em 23 das 41 nações analisadas pelo relatório, Crianças da Recessão.

O impacto da crise econômica de 2009 no bem estar infantil em países ricos, totalizando em 76,5 milhões o número de crianças que vivem em condições de pobreza nos países desenvolvidos. Um exemplo: Daniela e Chiara (foto UNICEF), que aos dezesseis anos não estudam nem trabalham, em Turim, na Itália. 

O número de crianças que vivem abaixo da linha da pobreza cresceu em 2,6 milhões nos países ricos desde 2008, por conta dos impactos negativos da onda de recessão que atingiu essas economias, afirma um novo relatório do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), lançado ontem, 28/10.

As taxas mais altas do relatório foram as da região do Mediterrâneo, que cresceram em mais de 50% na Croácia, Grécia, Islândia, Irlanda e Letônia. A média de renda das famílias com crianças retrocedeu em diversos outros países: Portugal e Itália atingiram os níveis de oito anos atrás, enquanto a Espanha perdeu os progressos de renda da última década.

Segundo o UNICEF, o agravamento das disparidades entre ricos e pobres, os declínios graduais da renda e o fato de muitos jovens não estarem na escola, empregados ou sendo treinados para alguma atividade provocam preocupação, uma vez que podem causar mudanças estruturais de longo prazo que representam retrocessos para as crianças do mundo desenvolvido.

Dia Internacional da Animação

0
Serão feitas exibições de curtas em 240 cidades do País.

Nesta terça-feira, (28), é celebrado o Dia Internacional da Animação e 240 cidades brasileiras terão exibições gratuitas de curtas-metragens de desenho animado nacionais e internacionais. 

Além do Brasil, as exibições também ocorrem em outros 30 países e fazem referência à primeira projeção pública mundial de imagens animadas, realizada em 28 de outubro de 1892, pelo artista Émile Reynaud, na França.

A iniciativa tem como objetivo difundir o cinema de animação, atrair novos públicos e proporcionar aos espectadores o acesso a essa arte cinematográfica.

No Brasil, a data é promovida pela Associação Brasileira de Cinema de Animação (ABCA) e conta com patrocínio da Petrobras e financiamento do Ministério da Cultura. As exibições da mostra nacional são simultâneas, começando às 19h30, horário de Brasília. Além das mostras oficiais, a programação de cada cidade tem diversas atividades como mostras infantis, internacionais, para deficientes visuais e auditivos. 

Também serão promovidos debates, oficinas, palestras e exposições. Todas as atividades do evento são gratuitas.

Confira aqui se a sua cidade é participante...

E curta bastante!

*****
Fonte: Blog do Planalto.

O Padrinho e os quatro elementos

1
Pelo que me contaram meus amigos sicilianos, dom Genco Russo, capo dei cappi da máfia, chegou ao encontro com estudado atraso de duas horas e meia.

Em Palermo, no hotel Sole, Frank Sinatra esperava por ele.

E naquele meio-dia de 1963, o ídolo de Hollywood prestou reverência ao monarca da Sicília:

- Frank Sinatra se ajoelhou diante de dom Genco e beijou a sua mão direita.

No mundo inteiro Sinatra era o The Voice, A Voz, mas, na terra de seus antepassados, mais importante que a voz era o silêncio.

O alho, símbolo do silêncio, é um dos quatro elementos sagrados na mesa mafiosa.

Os outros são o pão, símbolo da união.

O sal, emblema da coragem.

E o vinho, que é o sangue.

*****
Los Hijos de los Días.

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar