Menu Principal

Câmera de segurança foi desligada antes da morte de Marielle

0
Quem matou os matadores de Marielle?

Os moradores do Rio de Janeiro, especialmente os da área Central da cidade - no diâmetro da Lapa até o bairro do Estácio,  sempre suspeitaram que havia um Plano para encobrir os dois episódios:  O do assassinato da Marielle e Anderson e, na sequência, os matadores dos dois. 

Agora o Jornal Extra revela e confirma as suspeitas.

E o crime hediondo da Vereadora do Psol e seu assessor continua sem solução, mesmo com todo aparato militar, financeiro e o circo midiático montado em pleno ano eleitoral, apenas para demonstrarem que estão investigando.

E a Milícia continua atuando...


Cinco câmeras da Secretaria de Segurança que estavam no trajeto da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes foram desligadas no período entre 24 e 48 horas antes dos assassinatos. O contrato de manutenção das câmeras havia terminado em outubro, mas elas continuaram funcionando normalmente até serem desconectadas.

Um dos equipamentos de monitoramento — cujas imagens são remetidas ao sistema do Centro Integrado do Comando e Controle (CICC), na Praça Onze — poderia ajudar nas investigações do crime. A câmera da estação do metrô do Estácio grava em 360º. E fica bem diante do ponto onde aconteceram os disparos contra o carro da vereadora.

Marielle e Anderson morreram há exatos 50 dias. Até agora, nem o atirador, nem os mandantes do crime, foram apontados pela polícia.

FOTO: Homenagem a Marielle Franco no centro do Rio, 21/III (Créditos: Fernanda Frazão/Ag. Brasil)

Deixe um Comentário

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar