Menu Principal

Religião e Xenofobia

1

Por prática de vida e até por não ter religião, não costumo misturar política, política eleitoral e fé. 
Mas, há momentos que necessito parar e fazer algumas reflexões. E para me ajudar a refletir, me apropriei do texto de uma pessoa, que não conheço, que tem não apenas uma religião definida, mas, sobre tudo, a sua religiosidade bem lúcida. E o momento para esta minha reflexão é bastante propício. 

A xenofobia é uma estratégia da oposição. 
"No último mês, multiplicou-se de forma crescente uma onda de difamações contra as campanhas do Partido dos Trabalhadores e seus aliados. A oposição escolheu incluir nas redes ligadas aos sistemas religiosos, basicamente cristãos católicos e evangélicos, a velha disputa do bem e do mal. Suscitam os temas chamados polêmicos à moral cristã como aborto, homossexualismo, ateísmo, perdas das liberdades, satanismo para criar o assombro nas massas religiosas. Lógico, nem todos os cristãos estão envolvidos. Há repúdios explícitos em ambas as tradições contra a desinformação e a proliferação de informações inverídicas nessas eleições. Não é a primeira vez e não será a última. Mas o essencial é saber do agravante, a dose xenófoba, o medo do desconhecido mascarado como aversão, e a difusão do preconceito no entorno das manifestações de líderes e Igrejas cristãs. 
Há exemplos no passado, inquisições, nazi-fascismo, racismo, apartheid. Não é necessário aqui descrever quais as verdades e mentiras, porque as calunias sem sustentação se revelarão no decorrer do tempo, restando a vergonha aos que, em nome de Deus, serviram-se desses artifícios. A xenofobia é abominável. Utilizar-se de uma suposta “pureza” para eliminar as chamadas “impurezas” de um determinado grupo ou sociedade. Abstraindo-se de qualquer senso critico, criando estereótipos e ódio na sociedade. 
O vale tudo nas eleições e o despreparo das chamadas “elites” brasileiras conduziram à utilização desses métodos. Negaram o debate político e de projeto de sociedade para criar o ódio e o preconceito. A preocupação é o amplo envolvimento de cristãos, alguns bem preparados e conscientes, em servirem-se desses artifícios, absolutamente contrários aos preceitos da Fé Cristã. Valeram-se da mentira como instrumento para afirmação da sua verdade, ou para revelar qual é a verdade em jogo: utilizar da boa fé, da religiosidade, da inocência das pessoas, como ferramentas hostis de uma disputa política e ideológica nessas eleições. 
A estratégia está identificada. Aglutinar a opinião e o senso comum entre os fiéis através da moral cristã, criar o estereótipo e produzir preconceito social contra a candidatura do Partido dos Trabalhadores. Os prejuízos seguintes a ações dessa natureza podem, sem dúvida, ter consequências irreparáveis ao convívio democráico, à pluralidade e à liberdade de consciência conquistada com muito esforço e luta nos últimos anos. 
O debate sobre a utilização da chamada “ética cristã” como ferramenta política, enviesada de atributos ideológicos perversos será amplamente difundida e, terá reflexos eleitorais. Cabe nesse momento, desmascarar tal perversidade". 
Reverendo Luis Sabanay – Teólogo e Pastor Presbiteriano
04.10.2010. 
Foto: Web.

1 Comentário:

Minha querida amiga Beth, boa noite!!!
Também sou contra misturar religião com política, minha religião é Deus e só Ele me basta. Cada cidadão tem o direito de fazer a sua escolha e cabe o nós respeitar a decisão de cada um. Campanha eleitoral no Brasil sempre foi e vai continuar sendo uma grande sujeira... enquanto deveriam apenas se limitar aos planos de governo de cada candidato, que é o que interessa e realmente tem valor, ficam se atacando como animais ferozes e inescrupulosos, é uma pena.
Parabéns pela excelente postagem, adorei!!!
Beijos e muita paz minha querida amiga!!!

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar