Menu Principal

Um dia para ficar na história

0
Ustra, o torturador
O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) negou na terça-feira (14) o recurso do coronel reformado do Exército Carlos Brilhante Ustra contra a sentença que o declarou torturador de três integrantes da família Teles.

Foi ele quem torturou entre outras pessoas a atriz Bete Mendes, quando comandava o DOI-Codi (Destacamento de Operações e Informações – Centro de Operações de Defesa Interna), entre 1969 e 1973.

Foi a primeira vez que um torturador foi condenado em segunda instância. Por meio da sentença declaratória, a Justiça reconhece fatos do período ditatorial antes relegados ao obscurantismo.

“O que importa é que o Estado Brasileiro assuma que houve tortura. Fatos estão sendo revelados, está se construindo uma sociedade mais justa”, disse Adriano Diogo, presidente da Comissão da Verdade de São Paulo.


TOPBLOG 2012

Deixe um Comentário

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar