Menu Principal

O ciúme, o rio, a música, a ponte e a promessa

7
O ciúme

   

Sobre a música
Processo criativo que surgiu às margens do Rio São Francisco na divisa de Petrolina/Pe com Juazeiro/Ba, em uma tarde de um lindo pôr de sol (quem conhece sabe que não estou exagerando), quando o compositor que estava voltando de carro para Salvador, parou para descansar em um restaurante que fica às margens do Velho Chico.

Em cima da mesa onde se sentou, tinha um jornal velho com uma manchete que lhe chamou atenção: "Mulher morre esfaqueada na garganta, por ciúme, pelo marido". Mais uma vítima da violência doméstica e das relações de dominação.

Naquele momento o inspirado compositor meio revoltado, meio comovido, criou a música em homenagem àquela jovem que sequer conhecia.

Sobre o autor
Composição de Caetano Veloso, esta belíssima música foi gravada pela Gal Costa, Emílio Santiago  e o próprio Caetano. Eu prefiro a gravação na bela voz da Gal, que você encontra no CD Mina D'água do Meu Canto.

Eu e a música
Depois de conhecer a história, prometi a mim mesma que da próxima vez que fosse de carro para o nordeste, pararia em cima da ponte que liga as duas cidades, ouviria a música com as portas do carro bem abertas e lançaria uma rosa branca no Velho Chico, em homenagem à aquela jovem, que também não conheci. 

Cumpri a minha promessa em janeiro de 1995.

7 comentários:

Oi,
Beth,
amiga, adorei o post e a comovente história que inspirou a música. Conheço essa música desde a adolescência costumava tocá-la no violão nas reuniões c/ amigos mas, não conhecia a história...Imagino a sua emoção ao cumprir a promessa...Parabéns e muito, muito obrigada por dividir essa história...amei!!!
Bjos no seu coração, bom final de semana e fica com Deus

Confesso não lembrar muito bem dessa música mas sendo composta por Caetano, só pode ser ótima.
Um ótimo domingo pra ti Beth e desculpa a demora em responder.
bjo

Ontem em um sarau na Ilha do meio, esta que fica no meio da ponte que liga as duas cidades, alguém recitou O Ciúme. Vim relembrar a letra e encontrei o seu blog, eu não conhecia a história da letra. O ciúme sempre triste.

Olá Beth! Linda postagem, bela inspiração, tudo lindo, inclusive o ato. Grande abraço.

Sempre ouvi dizer que a música versa sobre a rivalidade histórica que há entre as duas cidades separadas pelo Rio São Francisco.

Oi Ademar,
A história me foi contada pelos nativos do bar onde parei para me refrescar do calor e apreciar o Velho Chico. Tempos depois, foi confirmada por Caetano em uma entrevista que deu em um programa que não me recordo o nome.
Obrigada pela visita e o comentário.
Um abraço.
Tudo de bom.

Tambem gravada pelo Pena Branca e Xavantinho.

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar