Menu Principal

O homem e suas asas...

4

"Rapaz deixe de tolice
Não se deixe amedrontar
Fui eu quem criou a terra
Enchi o rio fiz a serra
Não deixei nada faltar
Hoje o homem criou asas
E na maioria das casas
Eu também não posso entrar
Fui eu quem criou a terra
Enchi o rio fiz a serra
Não deixei nada faltar
Hoje o homem criou asas
E na maioria das casas
Eu também não posso entrar".
Para refletir:
Só nos resta saber aonde ele vai parar, se não houver a oportunidade de igualdade para todos.
Bom domingo para vocês.


4 comentários:

Minha querida amiga Beth, boa noite!!!
Que maravilha de música e letra, uma realidade verdadeira, infelizmente!!!
Quando será que vamos conseguir eliminar essas diferenças entre os seres humanos, devemos refletir muito sobre isso...
Realmente, em muitas casas o nosso grande Criador nem pode entrar, que pena!!!
Parabéns pela excelente postagem, adorei minha amiga!!!
Beijos e muita paz!!!

Olá minha querida!
Acho a letra dessa música uma das mais belas no quesito social, vamos dizer assim... enquanto os rappers se rebelam com letras pesadas, algumas vezes até fazendo apologia ao crime, vemos o grande Zé Ramalho a falar com poesia e suavidade... Adorei! O poema que você publicou realmente faz pensar...e muito!
Grande beijo,
Jackie

Olá minha querida!
Acho a letra dessa música uma das mais belas no quesito social, vamos dizer assim... enquanto os rappers se rebelam com letras pesadas, algumas vezes até fazendo apologia ao crime, vemos o grande Zé Ramalho a falar com poesia e suavidade... Adorei! O trecho que você publicou realmente faz pensar...e muito!
Grande beijo,
Jackie

Esta, certamente, é uma das grandes canções de Zé Ramalho.

Parabéns pela postagem!

Um abração...

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar