Menu Principal

Chega de brincadeira. Saúde é coisa séria.

4

Em se tratando de saúde, não existe coisa que cause mais indignação do que se estar precisando de atendimento médico em uma unidade pública de saúde e bater com a cara na porta, porque não tem médico para atender, ou, o “doutor não compareceu” para trabalhar. 

O pior é descobrir que o doutor estava naquele exato momento em que você precisava de atendimento, cumprindo a jornada de trabalho em um hospital particular, que não por acaso fica em frente ao público. Coincidência? Claro que não! Longe dos grandes centros isso é muito “comum”.
Como diz uma amiga minha, médica: É de matar! - literalmente.

Antenada e tendo a área de saúde como uma das prioridades do seu governo, a presidenta Dilma resolveu aumentar o controle sobre profissionais que atendem na área. 
Um novo sistema de informações será implantado visando acabar com as irregularidades, como por exemplo duplicidade de registro e o não cumprimento da carga horária. O sistema denominado de Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES), terá todos os registros de  trabalhadores e serviços (gestores) do setor em atividade no País. 

Um dos objetivos  é proibir o cadastramento de profissionais de saúde que exerçam mais de dois cargos ou empregos públicos. Se o profissional trabalhar concomitantemente na iniciativa privada, deve comprovar a compatibilidade de horários. 
Dados do Ministério da Saúde apontam que existem hoje 284.996 médicos cadastrados nos 227.095 estabelecimentos de saúde. 

Nos três últimos meses o ministério já descadastrou 7.891 agentes comunitários de saúde, 1.137 equipes de Saúde da Família e 914 equipes de saúde bucal, em 1.294 municípios. Entre as principais irregularidades estavam a duplicidade de cadastro de profissionais e o descumprimento de carga horária semanal prevista.

Caso o profissional exercerça atividades como profissional liberal ou como trabalhador autônomo em mais de cinco estabelecimentos de saúde não públicos, terá de justificar esse acúmulo. A justificativa deverá ser feita pelo gerente do estabelecimento, validada pelo gestor municipal, estadual ou do Distrito Federal. 

Pela regulamentação os gestores dos sistemas nos estados, municípios e no Distrito Federal, também serão responsabilizados se houver descumprimento da regra. A atualização das informações devem ser mensal e, caso não seja feita, haverá a suspensão imediata do repasse dos recursos pelo governo federal.

O sistema também confrontado as informações da base de dados das secretaria com  as dos conselhos  do Conselho Federal de Medicina (CFM) e respectivos estaduais (CRM’s), avaliando-se a compatibilidade entre o nome do profissional médico e o número de seu registro no Conselho.

É claro que tem exceções.
Mas pelo andar da carruagem, se nada for feito, daqui a pouco não haverá mais exceções.
As novas regras devem entrar em vigor em maio próximo.


Só para não perder o foco: 
Hoje, dia 07/04/2011,  mais de 160 mil médicos de planos de saúde entraram em greve, deixando de atender em torno de 40 mil vidas. Como se vê, os problemas não exclusividade do setor público.

4 comentários:

Oi,
Beth,
mudanças importantes e bem vindas a saúde e o povo agradece. Espero que na prática, elas sejam cumpridas como determina a regulamentação.
Beijão no seu coração e fica com Deus

Querida Beth.
Que boas notícias sobre iniciativa para a busca em qualificar a saúde e tenho fé que dará resultados.
Um abraço fraterno.

Olá minha querida Beth!
É assim, espero, que aos poucos a casa vai sendo arrumada e os lixos colocados para fora! Saúde requer limpeza, não é? Então, nada melhor do que começar por esse setor!
Ótima notícia!
Grande beijo,
Jackie

Faxina venha de onde vier e onde for feita é sempre um regalo, quando o benefício é para muitos, melhor ainda.
Por esses dias li, tb em um blog, que as pessoas precisam aprender a olhar o lado bom de tudo. Levei isso para o lado pessoal, talvez por não ser a primeira vez q, de uma certa forma sinto minha orelha sendo puxada. Estou tentando sair do rebanho, do amontoado de gente que só vê coisa ruim, só pq é político, ou sei lá, encontramos sempre uma razão pra justificar o dedo apontado, para falar de ruindade, de tristezas, qdo o saudável é o oposto.
Dilma, a "Dilminha" como fala o ex presidente, acabou de tomar posse e já se esperam milagres. Precisamos todos aprender a olhar o todo, a pesar na balança, a ver o bom que, na maioria das vezes, está sempre presente, pois em se tratando de seres humanos, a semente do bem ali está SEMPRE. O problema é a surdez e a cegueira, mas destas, que falo, graças a Deus, têm remédio e um deles, por sinal, é a atenção e cobrança da sociedade, senão ficamos só apontando o dedo mesmo e aí, em que seremos melhores?

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar