Menu Principal

Soy loco por ti, América...

3

El nombre del hombre muerto ya no se puede decirlo, quién sabe?
Antes que o dia arrebente, antes que o dia arrebente...

"Pasadas seis décadas desde la Declaración Universal de los Derechos Humanos, no es raro presenciar la lucha cotidiana de personas y grupos en pro de la garantía al Derecho a la Vida y a la Libertad, su empeño en combatir la violencia y la humillación, así como su capacidad de buscar justicia en las más adversas situaciones. 
Entre las premisas adoptadas por el SESC (Servicio Social del Comercio) está la valorización del ser humano en diferentes aspectos de su desarrollo, valiéndose para tanto de una política de inclusión social que se distingue por la democratización del acceso a los bienes culturales". 

"En su sexta edición, la Muestra Cine y Derechos Humanos en Sudamérica une el lenguaje del cine a la realidad contemporánea, sin sesgos ni disfraces, abriéndose al debate de cuestiones cruciales, tales como la política, la guerra y el hambre". 

Danilo Santos de Miranda 
Director regional del SESC-SP  

Porque será que à chamada "grande mídia" não tem interessa divulgar este tipo de iniciativa?
Bingo! Creio que descobri!!!...
1-Se a mostra fosse referente ao cinema dos Estados "Unidos" da América do Norte, onde afirmam existir a maior democracia do planeta, apesar de Wall Street, com certeza viraria matéria de primeira página de jornal, e uma baita chamada na abertura do Jornal Nacional.
2-Ou será que é porque o PLIM PLIM  e os Otavinhos ajudaram a acabar com os direitos humanos no continente, apoiando abertamente os ditadores e as ditaduras, e tem medo de que isto seja revelado nas Mostras que serão exibidas?
Em minha opinião, as duas opções estão absolutamente corretas!

Mas, apesar deles, pela primeira vez todas as capitais brasileiras terão a oportunidade de conferir a 6ª Mostra de Cinema e Direitos Humanos da América Latina. 
O evento ocorrerá até 1º de dezembro e exibirá um total  46 filmes, incluindo títulos inéditos no país. A entrada é franca.
Na edição desse ano, há um destaque para filmes que abordam as temáticas de defesa das crianças e adolescentes, idosos, mulheres, cidadania LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais) e saúde mental. Além dos brasileiros, também serão exibidos filmes da Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela.
Quer saber mais, entre aqui: 
Gostou? Agora veja os locais de exibição, em nível nacional.
Espero que aproveitem.
Um abraço.
Dedico este post a amiga Sissym, por sua preocupação com a questão da Fome no mundo.

3 comentários:

Beth,

Primeiro, fiquei emocionada por lembrar de mim. Sou tão emotiva que fico com lágrimas nos olhos. Eu me sinto pequena perto de tantos problemas sociais, pois as palavras querem fazer mágicas, só que as ações humanas que precisam resolver questões urgentes.

Sobre as amostras, que bom saber a respeito. Eu tenho uma grande amiga, desde tempo de faculdade, vou falar com ela, porque, certamente, vai adorar saber e terei companhia de qualidade.

BEIJOS

Beth querida.
Eu tardo mas não falho!
Perder excelentes dicas culturais como está?
Jamais!!!
Imperdível esta mostra de cinema.
Isto a TV não mostra,nem divulga...
Parabéns a este seu sempre brilhante trabalho no Travessia!
Adorei saber!
Uma ótima semana!!!
Beijos

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar