Menu Principal

O homem que fuzilou Deus

2
Em 1918,

Em Moscou, em plena efervescência revolucionária, Anatoli Lunacharski encabeçou o tribunal que julgou Deus.

-Uma Bíblia foi sentada no banco dos réus.

Segundo o promotor, Deus havia cometido, ao longo da história, numerosos crimes contra a humanidade.

O advogado da defensoria pública alegou que Deus era inimputável, porque padecia de demência grave; mas o tribunal o condenou à morte.

-No amanhecer do dia 17 de janeiro, cinco rajadas de metralhadoras foram disparadas contra o céu.

Do livro Os Filhos dos Dias.

2 comentários:

Olá, parabéns pelo blog!
Se você puder visite este blog:
http://morgannascimento.blogspot.com.br/
Obrigado pela atenção

Oi Morgan,
Obrigada pela travessia e comentário.
Te sigo no blog.
Feliz Natal!.
Um abração.

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar