Menu Principal

Documentário em realidade virtual leva espectador à aldeia indígena no Xingu

1
"Fogo na Floresta"

Na mesma semana em que indígenas foram duramente reprimidos com bombas de efeito moral em frente ao Congresso Nacional por manifestarem-se pacificamente contra a retirada de seus direitos, acontece o lançamento do documentário "Fogo na Floresta", um curta-metragem que retrata a vivência do povo Waurá, etnia indígena que vive no Parque Indígena do Xingu, no Mato Grosso.





Segundo o diretor do documentário, Tadeu Jungle, quem estiver presente no Centro Cultural de São Paulo, ao lado do Metrô Vergueiro, vai transformar a sua maneira de assistir a filmes, já que "Fogo na Floresta" foi produzido com a técnica da realidade virtual.

"Existem as pessoas antes e depois de assistirem um filme em realidade virtual", disse Jungle em conversa com o Brasil de Fato. Essa é sua segunda produção construída com a técnica. No mesmo tocante de temáticas importantes aos direitos humanos da sociedade brasileira, a primeira foi "Rio de Lama", que retrata os sobreviventes do crime ambiental de Mariana.

Segundo o diretor, a realidade virtual é uma técnica que permite assistir 360° das cenas retratadas, apenas com o uso de um óculos especial. "É uma maneira imersiva de assistir cinema. Você está literalmente dentro da cena", diz.

O curta retrata um dia na aldeia indígena de Piyulaga. São acompanhadas as atividades rotineiras dos indígenas que nela residem, mas também há, como o próprio título mostra, um alerta para o fogo que saiu do controle na região e ameaça as florestas e a vida no Parque do Xingu devido ao desmatamento e o agravamento das mudanças climáticas.

"A ideia é não folclorizar ou romantizar os povos indígenas, mas mostrar uma realidade de como os índios são e tratar de um tema que fosse mais caro, algum problema mais eminente na aldeia. Nesse caso o fogo gritou e estava anunciando que era muito grave", explicou Jungle.

De realização do Instituto Socioambiental (ISA), o filme faz parte do festival internacional de documentários "É Tudo Verdade", que começou no dia 19 e vai até dia 30 deste mês, ocupando as telas de cinema de São Paulo e do Rio de Janeiro com mais de 82 documentários de 30 países. Todas as sessões são gratuitas.

Além do festival, o filme também participará da 5ª mostra de cinema Ecofalante de cinema ambiental e será disponibilizado gratuitamente em junho para ser baixado na Apple Store ou na Google Play.

*****
Mayara Paixão
Do Brasil de Fato/SP

1 Comentário:

É que eles não sabem que antes mesmo do descobrimento do Brasil, essa terra já era habitada pelos índios. Um dia haverão de prestar contas a Deus pelas maldades que cometem, eles e os falsos profetas que lá estão. Esses que se julgam os donos da terra.Uns pobres viventes que como todos, podem tudo, só não podem ser donos da vida. Até os índios sabem que esta terra não pertence aos homens e sim a Deus.

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar