Menu Principal

Finalmente o algoz ficará de frente com a verdade

3
O algoz no Roda Viva
Nesta terça-feira, dia 22, a Comissão da Anistia julgará um dos casos mais desconcertantes do ciclo da ditadura militar brasileira: o Cabo Anselmo (veja aqui). José Anselmo dos Santos foi um dos líderes da mobilização dos marinheiros nos anos 60. Em 25 de março de 1964 emprestou sua voz a um dos discursos mais inflamados da crise que levaria ao golpe de 64. Depois tornou-se um traidor convicto; um membro do aparato repressivo que admite ter sido responsável pela prisão ou morte de cerca de 200 militantes políticos, inclusive a morte da própria companheira, Soledad Barrett Viedma -que denunciou ao delegado torturador Sergio Fleury, grávida de sete meses. Soledad seria executada então com mais cinco militantes em Pernambuco, em janeiro de 1973. O braço-auxiliar de Fleury quer agora uma reparação do Estado brasileiro. 

Anselmo reivindica o direito à aposentadoria militar pela Marinha. No momento em que o governo instala uma Comissão da Verdade e algumas vozes na mídia - e na própria comissão - tentam vaporizar a história brasileira, dissolvendo-a em uma fornalha de suposta equivalência entre opressão e resistência nos marcos de uma ditadura militar, esse pode ser um julgamento referencial. 

A Comissão de Anistia tem a responsabilidade de delimitar claramente o campo histórico e dentro dele distinguir as forças que perfilaram como algozes, daquelas que tombaram como vítimas, na resistência à opressão e à injustiça. 

Órgãos de imprensa que cederam viaturas à repressão nos anos de chumbo ecoam a tese da diluição em causa própria. Infelizmente, não foram os únicos a acolchoar a infra-estrutura dentro da qual gritos foram sufocados, corpos foram moídos e a democracia asfixiada. 

Em entrevista ao programa Roda-Viva, da TV Cultura, em outubro de 2011, Anselmo afirmou que não se arrepende de nada. Mas reclamou da situação financeira, só mitigada, disse, pela ajuda que recebe até hoje de um grupo de empresários - solidariedade espontânea ou compra de silêncio de outros elos da mesma engrenagem? 

Não. O algoz permanece até hoje recebendo apoio de empresários que financiaram o golpe.
Os donos da empresas à época podem ter morrido. Mas a linha de atuação destas, continua a mesma.

Acesse o link abaixo e assista a entrevista ao Roda-Viva.
http://www.youtube.com/watch?v=iNf2M8c4gXs&list=PLF0D2EE2C06F1B3CF&feature=plpp_play_all
Fonte: Jornal Local

3 comentários:

Bom dia.
Beth,
belo artigo. ue a justiça seja feita.
Beijão

Putz, esse nome estava lá no fundo do baú da memória.
Não vou olhar o vídeo porque esse tipo de pessoas não combina muito bem com meu delicado estômago.
Ontem estava pensando sobre um argumento que tenho lido a respeito da "propriedade" do golpe militar: evitar que no Brasil se instaurasse um regime como o de Cuba.
Bom, eu tenho quase certeza que isso não aconteceria porque na época a maioria dos brasileiros,influenciados pela propaganda americana, odiavam o comunismo, portanto seria bem difícil apoiarem. Outro dado: a Cia jamais permitiria que um país do tamanho do Brasil passasse para o lado da esquerda. Concordas?
beijos e inté

Olá Mestra Atena!
Concordo plenamente.
Não havia no cenário nacional e internacional condições favoráveis para um alinhamento do Brasil ao regime “comunista”.

Afinal, um país continental como o nosso não é fácil de cercar, visto que há saídas para todos os lados. Em síntese: não havia as mesmas condições da Bahia dos Porcos (Cuba)
Foi uma viagem paranóica dos militares golpistas, estimulada e financiada pela CIA, e a direita conservadora/empresarial/midiática/transnacional norte americana e brasileira.

E foi nesse cenário que nasceu o financiamento do Plin-Plim (Globo) e do Estadão, pelo Estado brasileiro, para dar suporte ao Golpe militar que arrasou o país, em todas as dimensões.

Até o golpe militar, a Globo não era nada. A mais importante emissora do país era a Tupy e depois a Manchete...

Aliás, a Manchete não resistiu à injeção de recursos financeiros feita pelos militares, na Globo. Faliu!

Desculpe-me não ter respondido antes. Falha...
Beijo e obrigada pelo carinho e apoio.
Fui!

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar