Menu Principal

Cinco Séculos de Música no Rio: e tudo começou com os Tubinambás

2
“Homens selvagens não cessaram de dançar e cantar de um modo tão harmonioso que ninguém diria não conhecerem música...” (Jean de Léry, Rio, 1577).

*****

A história da música carioca começa a ser narrada por Jean de Léry, integrante da comitiva do francês Villegaignon. Agradavelmente surpreso com o que ouviu, anotou os cantos tupinambás, o registro mais remoto de nossas práticas musicais.

Nos séculos XVI e XVII, os jesuítas utilizam cantigas para converter os indígenas. Com os escravos africanos chegam ritmos e instrumentos que ficam para sempre.

A música esteve sempre presente, nas igrejas, nos teatros, nas casas e nas ruas. Os primeiros teatros e bandas de música surgem no Rio do século XVIII, carros alegóricos com “trompas, flautas, clarins, oboés e fagotes” desfilam no Carnaval de 1786 e o baile de máscaras inaugural acontece em 1840.

“Os brasileiros são musicistas natos”, observam os alemães Spix e Martius, aportados na cidade em 1817.
No Rio nasceram o samba, o choro, a bossa nova, o funk e Villa-Lobos. A Tijuca é o berço de Tom Jobim, Tim Maia, Nelson Cavaquinho, Roberto e Erasmo Carlos.

A exposição Rio Música percorre a diversidade da música carioca através dos séculos. Desde o cântico tupinambá, passando pelos instrumentos e compositores, visitando a notação musical e culminando com os repertórios atuais, o objetivo é propiciar uma visão panorâmica das múltiplas formas da expressão musical carioca. Leia mais aqui.

Trata-se de uma obra em construção, cuja síntese é a linha do tempo interativa, a cada dia enriquecida pelos talentos que nascem, vivem ou fazem música na Cidade Maravilhosa.

*****
Rosana Lanzelotte
Curadora

2 comentários:

Realmente os brasileiros são de em tudo dar Samba, só discordo da amiga sobre que o samba nasceu no Rio, se aprofundar mais nos estudos o samba tem originalmente do Recôncavo baiano precisamente em Santo Amara da purificação Bahia. Risadas.
Abraço

Realmente o samba não nasceu no Rio de Janeiro. Mas, da Bahia ou seja lá de onde for o importante é sambar. Muito bom!

WIDGETS QUE ABREM COM A BARRA DO FOOTER

Acompanhe o Feed

Fechar

ou receba as novidades em seu email

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner

BARRA DO FOOTER

Blog desenvolvido por

Site Desenvolvido por Agência Charme
Bookmark and Share

Traduzir este Blog

Visitas

Curtir

Assine o Feed

Minimizar